A ação da zidovudina associada ao ritonavir sobre os fígados e rins maternos fetais durante a prenhez da Rata Albina(Rattus norvegicus albinus, Rodentia, Mammalia)

A ação da zidovudina associada ao ritonavir sobre os fígados e rins maternos fetais durante a prenhez da Rata Albina(Rattus norvegicus albinus, Rodentia, Mammalia)

Título alternativo Effects of zidovudine combined with ritonavir on liver and kidney maternal and fetal during the albino rat pregnancy (Rattus norvegicus albinus, Rodentia, Mammalia) morphological and biochemical aspects
Autor Fontes, Tereza Maria Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Nakamura, Mary Uchiyama Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Investigar os efeitos morfológicos e bioquímicos da exposição à zidovudina associada ao ritonavir, durante toda a prenhez da rata, sobre os fígados e rins maternos e fetais. Métodos: 40 ratas albinas EPM 1 Wistar prenhes foram divididas em quatro grupos numericamente iguais: ao grupo Controle, foi administrada apenas água destilada e, aos demais grupos: Experimental 1 (E1), Experimental 2 (E2) e Experimental 3 (E3), foram administrados 10, 30 e 90 mg/kg de zidovudina associada respectivamente a 20, 60 e 180 mg/kg de ritonavir, por dia, durante toda a prenhez. No 20° dia da prenhez, foram analisadas a estrutura histológica, através da microscopia óptica, dos fígados e rins maternos e fetais, bem como as dosagens sanguíneas de AST, ALT, ureia e creatinina das matrizes. As variáveis numéricas foram analisadas pelos testes de Kruskal-Wallis e pelo teste das Comparações Múltiplas. Resultados: Os fígados e rins fetais se mostraram normais à análise histológica, enquanto os maternos apresentaram alterações na sua estrutura microscópica. Nos rins, essas alterações histológicas ocorreram nos três grupos Experimentais de forma progressiva e dose-dependentes, e, nos fígados, foram encontradas apenas no grupo E3. Em relação ao grupo Controle, os níveis sanguíneos de AST e ALT não apresentaram diferença estatística; já os níveis de ureia e creatinina no sangue foram significativamente menores nos grupos E3 (p=0,00002) e E1 (p=0,00403), respectivamente. Conclusões: A associação entre a zidovudina e o ritonavir, quando administrada durante toda a prenhez da rata albina, afetou a estrutura histológica dos rins das matrizes nos três grupos Experimentais e, curiosamente, diminuiu seus valores sanguíneos de creatinina e a ureia, respectivamente, nos grupos que recebeu a menor dose, equivalente à terapêutica (E1) e à maior dose (E3). Alterou, ainda, a estrutura histológica do fígado das matrizes somente no grupo que recebeu nove vezes a dose terapêutica (E3) sem, contudo, provocar alterações nas dosagens de AST e ALT, e não provocou nenhuma alteração estrutural nos fígados e rins das crias em todos os grupos estudados.
Assunto Antirretrovirais
Prenhez
Ratos
Fígado
Rim
Idioma Português
Data 2009
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2009. 111 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10613

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta