Estudo comparativo entre ressonância magnética convencional, artro-ressonância magnética e artro-tomografia computadorizada multidetectores do ombro, em esportistas com hipótese diagnóstica de luxação/instabilidade glenoumeral e/ou lesão SLAP

Estudo comparativo entre ressonância magnética convencional, artro-ressonância magnética e artro-tomografia computadorizada multidetectores do ombro, em esportistas com hipótese diagnóstica de luxação/instabilidade glenoumeral e/ou lesão SLAP

Título alternativo Comparative study between conventional MRI, MR arthrography and multi-slice CT arthrography of the shoulder, in sportsmen with diagnostic hypothesis of dislocation/glenohumeral instability and/or SLAP lesion
Autor Aihara, Andre Yui Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fernandes, Artur da Rocha Correa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Alguns radiologistas experientes consideram que, com o desenvolvimento dos aparelhos de RM e com a experiência adquirida, cada vez menos se precisa da introdução intra-articular de contraste no ombro, para a avaliação das estruturas internas, à semelhança do que ocorreu com o menisco e as demais estruturas internas do joelho. O autor desconhece a existência de estudo comparativo entre os três métodos diagnósticos (RMC, ATCM e ARM), efetuados no mesmo paciente, bem como estudo avaliador da variabilidade intra e interobservador para os três métodos. O presente trabalho teve como objetivos: 1. Avaliar a reprodutibilidade da RMC, ATCM e da ARM, separadamente, por meio da análise da concordância e da discordância intraobservador e interobservador. 2. Avaliar a concordância entre os três métodos (RMC, ATCM e ARM) aplicando o teste G de Cochran. 3. Verificar a sensibilidade, especificidade, VPP, VPN e acurácia dos três métodos, utilizando-se a artroscopia como padrão-ouro. Para tanto, foram feitos, prospectivamente, exames de RMC, ATCM e ARM em 32 pacientes. Cada paciente foi submetido aos três tipos de exame que foram realizados em cada paciente, todos os três realizados no mesmo dia de exame. Foram analisados: Lesão do lábio anterior, lesão do lábio superior, lesão do lábio posterior, Bankart ósseo, lesão de Hill-Sachs, lesão do manguito rotador, lesão do tendão da cabeça longa do músculo bíceps braquial e lesão condral. No presente estudo, a RMC, ATCM e ARM mostraram-se métodos com reprodutibilidade semelhante e significativa, particularmente para detecção de lesão do lábio anterior, Bankart ósseo e lesão de Hill-Sachs. Nas lesões do lábio superior, a ARM apresenta maior reprodutibilidade em relação à ATCM e RMC. Para os demais achados, os dados são mais variáveis. A comparação entre os três métodos sugere que os mesmos são comparáveis nos quesitos lesão do lábio anterior, lesão do lábio superior, lesão do lábio posterior, Bankart ósseo, lesão de Hill-Sachs, lesão do TCLB e lesão condral, para a população estudada. Com relação à lesão de manguito rotador, a ATCM não se mostrou comparável à RMC e ARM. Alicerçado nos dados de sensibilidade, especificidade, VPP, VPN e acurácia dos oito pacientes submetidos à artroscopia, acredita-se que a ARM tende a ser melhor do que a ATCM e RMC..
Assunto Ombro
Espectroscopia de ressonância magnética
Tomografia computadorizada por raio X
Artrografia
Lábio
Idioma Português
Data 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 161 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 161 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10638

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta