Implante de Schocket modificado em glaucomas refratários: resultados a longo prazo

Implante de Schocket modificado em glaucomas refratários: resultados a longo prazo

Título alternativo Modified Schocket implant for refractory glaucoma: long-term results
Autor Prata Junior, João Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Antonio Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Omi, Carlos Akira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To analyze long-term results of modified Schocket implant. Methods: The records of 45 patients (45 surgeries) with at least one year follow-up who received a modified Schocket implant were analyzed. Comparisons were made regarding success rates (final IOP< 22 mmHg), survival time, diag- nosis, initial and final IOP, percentual postoperative intraocular pressure (IOP) reduction and complications. Results: After a mean follow-up of 31.9 ± 19.9 months 28 cases (62.2%) were considered successful. Mean survival time was 38.9 months and success probability around 30 months 0.74. Initial IOP was 37.2 ± 11.3 mmHg and final IOP was 16.3 ± 9.3 mmHg and postoperative IOP reduction was 49.6 ± 32.6%. Survival analysis in the different diagnosis groups (neovascular, congenital, aphakic, postkeratoplasty) did not reveal statistical significance. Conclusion: The results suggest that the modified Schocket implant provides satisfactory long-term control of refrac- tory glaucomas.

Objetivo:Analisar os resultados a longo prazo obtidos com o implante de Schocket modificado. Métodos: Os prontuários de 45 pacientes (45 cirurgias) submetidas ao implante de Schocket modificado com pelo menos um ano de acompanhamento foram analisados. Estudou-se as taxas de sucesso (sucesso=Po<22 mmHg), tempo de sobrevida, diagnóstico, acompanhamento pós-operatório, Po inicial e final, redução percentual pós-operatória da pressão intra-ocular (Po) e complicações. Resultados: Após um acompanhamento médio de 31,9 ± 19,9 meses 28 casos (62,2%) foram considerados sucesso. O tempo médio de sobrevida foi de 38,9 meses com probabilidade de sucesso de 0,74 por volta dos 30 meses. A Po inicial foi de 37,2 ± 11,3 e a final de 16,3 ± 9,3 mmHg, com redução de 49,6 ± 32,6 %. A análise das taxas de sucesso e sobrevida entre os diferentes grupos diagnósticos (glaucoma e afacia, neovascular, congênito e pós-ceratoplastia) não revelou diferença estatisticamente significante. Conclusão: Os resultados sugerem que o implante de Schocket modificado propicia um controle satisfatório de glaucomas refratários a longo prazo.
Assunto Glaucoma
Drainage devices
Glaucoma
Implantes oculares
Idioma Português
Data 2000-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 63, n. 6, p. 439-443, 2000.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 439-443
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492000000600002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492000000600002 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1071

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492000000600002.pdf
Tamanho: 192.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta