Avaliação morfo-funcional da fixação de tela de polipropileno com adesivo sintético ou biológico em hérnia ventral de coelhos

Avaliação morfo-funcional da fixação de tela de polipropileno com adesivo sintético ou biológico em hérnia ventral de coelhos

Título alternativo Morphological and functional effects of fibrin glue or cianoacrilate on ventral hernia repair, in rabbits
Autor Silva, Walter da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência cirúrgica interdisciplinar
Resumo Objetivo: Estudar aspectos morfofuncionais da correção de hérnia incisional em coelhos com diferentes procedimentos de fixação de tela sintética. Métodos: Coelhos (n=36) albinos foram submetidos à ressecção de um segmento de parede abdominal produzindo uma hérnia incisional, que após 21 dias foi corrigida pela colocação de uma tela de polipropileno: GI (n=10) a tela foi fixada com cola de fibrina; GII(n=10) fixada com cianoacrilato; GIII(n=10) fixada com fios de poliamida; GIV (n=6) sem fixação. Os animais foram radiografados imediatamente após o ato operatório, aos 7, 14 e 21 dias do PO, quando foram sacrificados e coletadas amostras da parede abdominal para testes de resistência tênsil e análise histológica da reação inflamatória. Resultados: a variação porcentual da área e a projeção da área da tela (mm 2 ) calculadas à partir das radiografias mostraram que em todos os grupos ocorreu uma retração da tela em relação à área inicial sendo maior aos vinte e um dias, porém sem significância estatística entre os quatro grupos. A força de ruptura à tração (kgf) foi semelhante em três grupos: (GI=3281,1±768,4; GII=3086,2± 1463,7;GIII=3013,2±981,9) assim como a força de deformidade máxima ( GI=21,14±7,86; GII=20,43±9,93; GIII=20,84± 6,90). No entanto em GIV a tela não incorporou aos tecidos vizinhos. A avaliação da incorporação da tela, presença de necrose tecidual, inflamação crônica, supuração, reação tipo corpo estranho e quantificação do colágeno mostraram que houve diferença estatística nos itens: necrose foi maior no GII (50%) comparada aos GI (10%) e GIII (0%), inflamação crônica inespecífica foi mais acentuada em GII(100%) comparada com GI(50%) e GIII(20%), presença de foco de supuração e reação granulomatosa de corpo estranho foram mais significativas no GII(60%) comparada com os GI(30%) e GIII(0%) e houve maior produção de colágeno (coloração de Masson) no GI(93846,04+14542,24) comparado com os GII(78384,06+18074,21) e GIII(70490,47+11382,93). Conclusões: O uso de cola de fibrina mostrou resultados de incorporação da tela semelhantes à fixação por fio de poliamida e superior à fixação por cola sintética. A não fixação da tela não propiciou a incorporação da tela.

Objective: To study morfologic and functional aspects of ventral hernia surgery in rabbits with different procedures of setting a Marlex mesh. Methods: New Zealand rabbits (n=36) have been submitted to the resection of 2x1cm of abdominal wall producing a ventral hernia which after 21 days was fixed by a polypropylene mesh: GI (n=10) the mesh was fixed with fibrin glue; GII (n=10) fixed with cianoacrylate; GIII (n=10) fixed with of poliamida suture; GIV (n=6) without any setting. The animals have been radiographed immediately after the surgical proceedings, to the 7, 14 and 21 days of the PO, when they were sacrificed and samples of the abdominal wall were collected for tests of resistance force and histological analysis of the inflammatory reaction. Results: the percentual variation of the area and the projection of the area of the mesh (mm2) calculated from x-ray plates have shown that in all the groups a retraction of themesh have occurred in relation to the initial area being bigger to twenty and one days, however without significance statistics among four groups. The force of rupture to the traction (kgf) was similar in three groups: (GI=3281.1±768.4; GII=3086.2± 1463.7;GIII=3013.2±981.9) as well as the force of maximum deformity (GI=21.14±7.86; GII=20.43±9.93; GIII=20.84± 6.90). However in GIV the mesh did not incorporate neighboring tissue. The mesh incorporation evaluation, presence of tissue necrosis, chronic inflammation, supuration, reaction type foreing body and quantification of the collagene showed that there has been statistics differences in items: necrosis was bigger in the GII (50%) compared with GI(10%) and GIII(0%), inespeccific chronic inflammation was more accented in GII(100%) compared with GI(50%) and GIII(20%), presence of focus of supuration and granulomatosus reaction was more significant in GII(60%) when compared with GI(30%) and GIII(0%) and had greater production of collagene (Masson) in GI(93846.04+14542.24) compared with GII(78384.06+18074,21) and GIII(70490.47+11382.93). Conclusions: The fibrin glue use has shown results of similar incorporation of the mesh to the setting for poliamida and superior of to the setting for synthetic glue. The non setting of the mesh did not propitiate the incorporation of the mesh. xvi
Assunto Hérnia ventral
Adesivo tecidual de fibrina
Cianoacrilatos
Adesivos teciduais
Telas cirúrgicas
Coelhos
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 94 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 94 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/11351

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-11351.pdf
Tamanho: 4.380Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta