Caracteristicas da doenca de Chagas no municipio de Londrina, Parana, enquanto problema de Saúde publica

Caracteristicas da doenca de Chagas no municipio de Londrina, Parana, enquanto problema de Saúde publica

Autor Bonametti, Ana Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foi avaliada a soropositividade para a infeccao por Trypanosoma cruzi em 834 criancas com sete a 14 anos de idade da Rede Municipal de Ensino e em 1.000 candidatos a doador de sangue do Hemocentro Regional do Norte do Parana, no Municipio de Londrina, Parana, atraves de dois metodos sorologicos (imunofluorescencia indireta e teste imunoenzimatico (ELISA), sendo de 0,1% e de 1,3%, respectivamente, as taxas de soroprevalencia encontradas. Essas baixas taxas de soroprevalencia indicam que a transmissao vetorial da doenca de Chagas no Municipio de Londrina diminuiu acentuadamente a partir da decada de 1970, quando foi realizado inquerito sorologico sobre a prevalencia da triapanossomiase americana na populacao geral residente na zona rural do Municipio de Londrina, tendo sido de 3,72 a taxa encontrada. A causa principal dessa diminuicao da prevalencia da infeccao por Trypanosoma cruzi, avaliada por testes sorologicos, foi atribuida a acentuada mudanca da estrutura economica da regiao norte do Estado do Parana, que ocorreu a partir da decada de 1960, quando a cafeicultura foi substituida quase totalmente pela sojicultora, pela triticultura e pos pastagens. Esse fato deterrminou profundas mudancas na ecologia das areas rurais da regiao, intenso exodo rural-urbano e decrescimo da populacao total da regiao. As medidas de controle da doenca, atraves do Programa de Controle da Doenca de Chagas (PCDCh), intituidas pela Fundacao Nacional de Saúde (do Ministerio da Saúde do Brasil), certamente tiveram impacto positivo na reducao da prevalencia da tripanossomiase americana, na regiao estudada, embora nao pareca ter sido o fator mais relevante na sensivel diminuicao da transmissao vetorial da infeccao por Trypanosoma cruzi no Municipio de Londrina, Parana, Brasil
Assunto Doença de Chagas/epidemiologia
Doença de Chagas/prevenção & controle
Saúde Pública
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 200 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 200 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15258

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta