Respostas comportamentais de ratos jovens e idosos apos administracao de oxotremorina

Respostas comportamentais de ratos jovens e idosos apos administracao de oxotremorina

Autor Espinola, Eduardo Bezerra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O envelhecimento da populacao mundial vem causando grande impacto na vida socio-economica dos paises. Por outro lado, varios estudos neuroquimicos e comportamentais em animais e humanos tem revelado mudancas relacionadas a idade. Sabendo-se que poucos estudos tem investigado a resposta farmacologica de agentes que atuam no sistema colinergico em funcao da idade, este trabalho investigou as respostas central e periferica a oxotremorina (OXO) entre ratos jovens (3-6 meses) e idosos (24-30 meses). Os ratos idosos apresentaram respostas farmacologicas mais intensas, tanto a nivel periferico (cromodacriorreia) como a nivel central (tremor), apos tratamento com OXO 0,25 a 1,0 mg/kg (ip.). Tais dados sugerem alteracoes farmacocineticas e/ou alteracoes na funcionalidade e mostram ainda que, possivelmente, os sistemas colinergico periferico e central sao igualmente afetados com a idade. Ratos idosos mostraram um retardo na aprendizagem de uma tarefa no labirinto em T. Todavia, apos aprendida a tarefa, nao se observaram diferencas entre os grupos, apesar do tratamento dos animais com OXO 0,1 mg/kg
Assunto Envelhecimento
Memória
Tremor
Agonistas Muscarínicos
Oxotremorina
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 79 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15279

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta