Diagnóstico da infecção pelo papiloma vírus humano. Estudo comparativo entre dados epidemiológicos, clínicos, citologia e histopatologia de biopsias dirigidas e provas de biologia molecular

Diagnóstico da infecção pelo papiloma vírus humano. Estudo comparativo entre dados epidemiológicos, clínicos, citologia e histopatologia de biopsias dirigidas e provas de biologia molecular

Autor Pereira, Selma Regina Miranda Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Lindsey, Prescilla Chow Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foram estudadas 28 das 280 mulheres atendidas no Setor de Deteccao e Prevencao do Cancer Ginecologico e Mamario do Hospital de Clinicas da Faculdade de Medicina de Marilia, no periodo de marco de 95 a abril de 96, submetidas a biopsias dirigidas por colposcopia, no trato genital inferior, principalmente no colo do utero. O objetivo deste trabalho e correlacionar os resultados dos metodos classicos (clinicos, colpocitologicos, colposcopicos e anatomo patologicos) com os testes de biologia molecular (PCR e Sharp System). Posteriormente, avaliou-se a correlacao entre algumas variaveis epidemiologicas, obtidas atraves de um questionario com cada um dos testes acima mencionados. Da populacao estudada, apenas 20 mulheres foram submetidas a avaliacao estatistica, apos realizacao de todos os testes citados.Considerando-se o exame clinico, 4 pacientes (20%) apresentaram lesoes verrucosas caracteristicas de condiloma acuminado em vulva e colo. O resultado citologico foi positivo para infeccao por HPV em 9 casos (45%) e o anatomo patologico, em 10 (50%). O PCR para HPV-DNA foi positivo em 18 amostras (90%) e o teste de Sharp System, que detecta o tipo de HPV de alto ou de baixo risco para oncogenese, foi positivo em 13 casos (7 de baixo, 4 de alto e 2 de alto e baixo). Das 13 lesoes de ectopia cervical, 12 apresentavam resultados positivos para PCR e 7 para o exame de Sharp System (3 de baixo risco, 3 de alto e 1 de alto e baixo riscos). Dos 4 casos de condiloma, 1 apresentava HPV de baixo risco. Quanto a correlacao entre as variaveis epidemiologicas e os diversos testes empregados, apenas o numero de parceiros mostrou associacao significantemente maior com HPV de alto risco. Conclui-se que nao existe um teste completo para o diagnostico da infeccao pelo HPV, na realidade os metodos estudados sao necessarios e complementares entre eles
Assunto Diagnóstico
Papillomaviridae
Citodiagnóstico
Reação em cadeia da polimerase
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 83 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15305

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta