Balanços metabólicos de lactentes hospitalizados com diarreia aguda: comparações entre fórmulas com e sem lactose na realimentação

Balanços metabólicos de lactentes hospitalizados com diarreia aguda: comparações entre fórmulas com e sem lactose na realimentação

Autor Oliva, Carlos Alberto Garcia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fagundes Neto, Ulysses Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A definicao do melhor regime dietetico a ser utilizado em lactentes desmamados de diarreia aguda continua controversa. Esta pesquisa foi planejada visando analisar e comparar, atraves de estudo metabolico de 48 horas, tres formulas alimentares na realimentacao de lactentes com diarreia aguda e desidratacao moderada ou grave. Foram estudados, de forma prospectiva, 70 lactentes do sexo masculino, menores de 6 meses de idade, internados em dois hospitais publicos de São Paulo Brasil. Uma vez hidratados, os pacientes foram divididos randomicamente em tres grupos, segundo tipo de formula alimentar a ser utilizada na realimentacao (formula lactea = FL; formula a base de caseina e isenta de lactose = CA; formula a base de hidrolisado proteico isenta de lactose=HP). Os tres grupos mostraram-se homogeneos no que tange a idade, antecedentes pessoais, duracao da diarreia e estado nutricional a internacao. Em 64% das criancas foi identificado algum enteropatogeno nas fezes. Sorogrupos de EPEC se constituiram no principal agente identificado (29/70=41%). Os pacientes do grupo CA apresentaram volumes fecais (em ml/kg) medios, nos dois dias estudados (78,9+/-33,8 ; 67,1+/-31,0), maiores que os do grupo FL (107,6+/-38,2; 101,2+/-33,5) e mostraram, no primeiro dia de estudo, menor necessidade de SRO-OMS (em ml/kg) que o grupo FL (77,4+/-33,2 x 99,8+/-46,4). Os pacientes do grupo HP mostraram maiores perdas fecais de potassio (em mEq/kg), no primeiro dia de estudo, maiores que os do grupo CA (2,9+/-1,7 x 1,7+/-0,9). A presenca de EPEC nas fezes mostrou promover maiores perdas fecal de agua e sodio. A formula a base de hidrolisado proteico nao mostrou maior eficacia nas comparacoes de nenhuma das variaveis estudadas
Assunto Diarreia infantil
Comportamento alimentar
Alimentos formulados
Desequilíbrio hidroeletrolítico
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 134 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 134 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15422

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta