Estudo comparativo do tratamento das fraturas cervicais pelas tecnicas de Rogers e Roy-Camille

Estudo comparativo do tratamento das fraturas cervicais pelas tecnicas de Rogers e Roy-Camille

Autor Gomes, Eduardo Gil Franca Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O autor apresenta estudo de 30 pacientes com diagnostico de fraturas e/ou luxacoes da coluna cervical inferior, todos tratados cirurgicamente. Quinze pacientes foram operados com a tecnica de ROGERS (1942) e os outros 15 com a tecnica de ROY-CAMILLE (1972). Houve 29 (96%) pacientes do sexo masculino e 1 (4%) do sexo feminino, e a idade variou entre 12 e 64 anos, sendo a media de 33,9 anos. Comparou-se a estabilidade, poder de reducao e capacidade de melhorar o quadro neurologico entre as duas tecnicas. A tecnica de ROY-CAMILLE (1972) mostrou-se mais eficaz em relacao ao poder de reducao. Quanto aos outros dois criterios, ambas as tecnicas foram estatisticamente semelhantes
Assunto Humanos
Fraturas da Coluna Vertebral/cirurgia
Traumatismos da Coluna Vertebral
Humanos
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 91 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 91 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15434

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta