Prevalência da síndrome da fibromialgia em pacientes diagnosticados como portadores de lesões por esforço repetitivos (LER)

Prevalência da síndrome da fibromialgia em pacientes diagnosticados como portadores de lesões por esforço repetitivos (LER)

Autor Helfenstein Junior, Milton Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Nos ultimos anos, aqui no Brasil, muitos pacientes tem sido diagnosticados como portadores de LER. Tal fenomeno representa, para o nosso pais, uma importante fonte de incapacidade, ainda nao bem entendida, e que tem consequencias medicas, sociais e economicas bastante consideraveis. Muitos destes individuos apresentam quadros indeterminados de sintomatologia musculo-esqueletica cronica. No termo LER encontramos, simultaneamente, diagnostico histopatologico e informacao etiologica, os quais nao foram cientificamente comprovados. Portanto, este estudo tem o objetivo de verificar se uma proporcao de pacientes diagnosticados como portadores de LER pode, na realidade, ser portadora da sindrome da fibromialgia, uma entidade medica comum na populacao, com reconhecimento universal, criterios diagnosticos e com um padrao de sinais e sintomas que a distingue de outras condicoes medicas. Do grupo total de 103 pacientes diagnosticados como portadores de LER, apenas 6 tinham dor localizada por enfermidades especificas; 7 tinham dor regional unilateral; 10 dor regional bilateral; e 80 dor difusa. Entre os 97 pacientes com dor regional ou difusa, apenas 13 apresentaram enfermidades especificas, porem as lesoes identificadas nao justificaram os quadros dolorosos destes pacientes. Dos 80 pacientes com dor difusa, 73 preencheram os criterios para a sindrome da fibromialgia (ACR). Estes 73 pacientes foram comparados clinica e psicologicamente com 165 fibromialgicos e os resultados foram bastante similares, em todos os parametros analisados. Este estudo demonstra que muitos dos pacientes diagnosticados como portadores de LER sao, na verdade, portadores da sindrome da fibromialgia, com multiplas manifestacoes clinicas e disturbios psicologicos importantes. Tal comprovacao traz uma nova visao para o fenomeno existente no nosso pais, indicando que estes individuos devem ter abordagens etiologicas, diagnosticas e terapeuticas diferentes daquelas que vem sendo empregadas e que demonstraram nao serem eficazes; traz tambem novos rumos para os trabalhos periciais e judiciais e, ainda, uma melhor perspectiva prognostica para os pacientes e seus familiares, para as empresas e, consequentemente, para a nossa sociedade
Assunto Fibromialgia
Transtornos traumáticos cumulativos
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 183 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 183 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15487

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta