Avaliacao radiologica do segmento venoso iliaco-cava inferior

Avaliacao radiologica do segmento venoso iliaco-cava inferior

Autor Nakano, Luis Carlos Uta Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo No periodo de fevereiro de 1992 a dezembro de 1996, foram analisados 272 pacientes portadores de estase venosa cronica do Ambulatorio de Cirurgia Vascular da Unifesp-EPM. Foram 33 homens e 233 mulheres, correspondendo respectivamente a 12,1% e 87,9%. Todos os pacientes foram submetidos a avaliacao do segmento venoso iliaco-cava, atraves da flebografia ascendente dinamica e pela iliaco-cavografia por cateterismo tipo Seldinger. Foram analisados parametros tais como, calibre dos vasos, angulos entre os vasos, tipos de alteracoes e circulacao colateral existentes. Em relacao a comparacao da flebografia dinamica ascendente com a iliaco-cavografia por cateterismo, na analise do segmento venoso iliaco-cava, podemos dizer que obtivemos 95% de boas imagens na avaliacao a direita, contra apenas 34% de boas imagens a esquerda. Encontramos ainda uma alta incidencia de compressao da veia iliaca esquerda (65%), sendo que nao encontramos nenhuma alteracao ao nivel da veia iliaca direita. O principal tipo de compressao encontrado foi o tipo lateral correspondendo a 40,6% dos achados, o segundo tipo em frequencia foi a compressao medial com 35,1% dos casos. A compressao central e a obstrucao total da veia ocorreu em 20% da amostra. Encontramos ainda 4,3% de casos com compressao a nivel da cava inferior, que ja havia sido descrita por Didio(1949), porem em estudo anatomico. O principal achado deste estudo foi a correlacao entre a imagem de compressao a cavografia com a altura de formacao da cava inferior em relacao a coluna vertebral. Nos casos de compressao em veia iliaca comum esquerda, a altura de formacao da cava inferior se apresentava principalmente entre a borda inferior da quarta vertebra lombar e a borda superior da quinta vertebra lombar. Ja nos casos em que nao apresentava imagem de compressao essa altura da formacao da cava ocorreu em nivel pouco abaixo, entre a borda inferior da quinta vertebra lombar e o promontorio. Em relacao a circulacao colateral, estava presente em 45% dos casos com compressao, nao se identificando em nenhum caso sem compressao. Foram identificados tres tipos principais de circulacao colateral: refluxo em veia iliaca interna, circulacao pre-sacral e circulacao para vertebral ascendente
Assunto Veia Cava Inferior
Veia Ilíaca/radiografia
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 71 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 71 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15550

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta