Analise acustica computadorizada da voz e configuracao glotica em criancas do sexo feminino

Analise acustica computadorizada da voz e configuracao glotica em criancas do sexo feminino

Autor Antonio, Roger Pinto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foi realizado um estudo com 44 criancas normais, do sexo feminino, com idade variando entre 2 e 13 anos, provenientes de duas instituicoes de amparo ao menor do Estado de São Paulo, com o objetivo de se encontrar relacoes de alguns aspectos da configuracao glotica, com alguns dos principais parametros acusticos obtidos na analise computadorizada da voz. Cada crianca foi submetida a exame com um nasofibroscopio flexivel de 3,1 mm MACHIDA. A laringe foi avaliada durante a respiracao e na emissao das vogais /E/ e /i/ sendo observados os tipos de constricao do vestibulo laringeo, os tipos de coaptacao glotica, a posicao das aritenoides durante a fonacao e alteracoes organicas casuais das pregas vocais. Apos isso, as criancas foram submetidas a uma analise computadorizada da voz, no laboratorio de voz CSL da Kay Elemetrics Corp., atraves do programa MDVP (Multi Dimensional Voice Program), durante a qual foram obtidos os valores da frequencia fundamental, jitter (% e Absoluto), shimmer (% e dB), PPQ, APQ, VTI e NHR. Estes valores foram obtidos durante a emissao da vogal /a/, sustentada e em intensidade habitual, sendo considerado um tempo fonatorio de 3 segundos para a analise. Com relacao a configuracao glotica os resultados mostraram maior incidencia de fenda triangular medio-posterior (52,27%), seguida pela fenda triangular posterior (25%). A constricao glotica predominante foi a antero-posterior (20,5%), seguida pela constricao mista (18,18%). Foram encontrados micronodulos vocais em seis criancas (13,64%), como achados do exame nasofibrolaringoscopico. Apenas a constricao glotica apresentou relacao significativa com a frequencia fundamental, sendo que a constricao tipo mista relacionou-se com os valores mais baixos da frequencia. Os outros parametros acusticos nao apresentaram relacoes com a configuracao laringea. Houve relacao significativa entre a ocorrencia de micronodulos e todos os parametros acusticos, excetuando-se a frequencia fundamental e o VTI. Tal relacao foi representada por valores mais baixos dos parametros acusticos no grupo de criancas portadoras de micronodulos. Os valores medios obtidos na analise computadorizada da voz de criancas do sexo feminino foram: fo (243,23 Hz), jitter (2,243%), jitter absoluto (94,06 Hz), PPQ (1,369%), shimmer (7,466%), shimmer em decibeis (0,658 dB), APQ (5,354%), NHR (0,166) e VTI (0,102)
Assunto Humanos
Feminino
Criança
Distúrbios da Voz
Laringe
Diagnóstico por Computador
Humanos
Feminino
Criança
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 96 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15556

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta