Estudo clínico, prospectivo e casualizado para comparação entre anastomose colo-cólica com anel anastomótico biogragmentável e com sutura manual não absorvível

Estudo clínico, prospectivo e casualizado para comparação entre anastomose colo-cólica com anel anastomótico biogragmentável e com sutura manual não absorvível

Autor Saad, Sarhan Sydney Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A utilizacao de fio de sutura na execucao de anastomoses, apresenta algumas desvantagens teoricas, que seriam evitadas, ao se usar metodo de anastomose sem sutura. O anel biofragmentavel idealizado por Hardy Jr. e col.( 1985 ) e composto por acido poliglicolico e sulfato de bario. E constituido por dois componentes identicos que se acoplam, nao retornando a posicao original apos sua oclusao. Este anel sofre desintegracao por hidrolise em 2 a 3 semanas, sendo o produto de sua fragmentacao eliminado com a evacuacao. Este instrumento permite a realizacao de anastomose sem sutura, por meio da compressao das paredes intestinais justapostas. O objetivo deste estudo prospectivo e casualizado foi o de comparar os resultados clinicos e endoscopicos de anastomoses colo-colicas eletivas e de baixo risco, realizadas com anel biofragmentavel e com fio de sutura nao absorvivel. A casuistica desta pesquisa foi composta por 36 doentes divididos em dois grupos de 18 , que foram denominados de Grupo I ( anel biofragmentavel ) e Grupo II ( sutura com fio nao absorvivel ). A media de idade do Grupo I foi de 36 anos e a do Grupo II de 42 anos, sendo a reconstrucao do transito intestinal apos colostomia, a indicacao cirurgica mais frequente em ambos grupos . Os doentes foram submetidos a avaliacao bioquimica laboratorial, nutricional e do risco cirurgico. A analise estatistica para a comparacao dos grupos quanto a idade, sexo, exames laboratoriais, avaliacao nutricional, avaliacao do risco cirurgico e preparo de colo, demonstrou que os grupos eram homogeneos. A analise dos parametros de avaliacao do periodo intra-operatorio, revelou que a anastomose com anel biofragmentavel dispende menor tempo para sua realizacao, nao havendo diferenca na frequencia de intercorrencia intra-operatorias entre os dois grupos. Nao de detectou diferenca estatisticamente significante entre os dois grupos com relacao a incidencia de complicacoes pos-operatorias, periodo de ileo adinamico, numero de dias para reIntrodução da dieta via oral, mortalidade e avaliacao clinica ambulatorial. A incidencia de deiscencia anastomotica foi maior no Grupo I. A analise endoscopica da anastomose no periodo pos-operatorio nao demonstrou diferenca quanto a perviabilidade, contratilidade, elasticidade e grau de epitelizacao. Houve diferenca estatistica significante com relacao a presenca de corpo estranho na anastomose. Pode-se concluir que o anel biofragmentavel permitiu a realizacao de anastomose de colo mais rapidamente, apresentando na analise global das complicacaos clinicas, resultados semelhantes ao uso de fio de sutura. Este metodo de anastomose sem sutura apresentou o inconveniente de determinar maior incidencia de deiscencia anastomotica e como vantagem estabeleceu presenca de corpo estranho na anastomose em menor percentagem
Assunto Colo
Anastomose cirúrgica
Técnicas de sutura
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 135 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 135 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15562

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta