Eficacia dos procedimentos de reanimacao neonatal na sala de parto

Eficacia dos procedimentos de reanimacao neonatal na sala de parto

Título alternativo Eficacy of neonatal resuscitation procedures in delivery rooms
Autor Yada, Mary Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo prospectivo objetivou avaliar a eficacia de alguns procedimentos para reanimar recem-nascidos na sala de parto de uma maternidade de nivel secundario do Municipio de São Paulo, de jun/93 a jul/95. Todos os nascidos vivos foram assistidos por pediatras previamente treinados em reanimacao neonatal, segundo as normas da American Academy of Pediatrics e a American Association of Cardiology, publicadas em 1990. Considerou-se a reanimacao presente diante de: - oxigenio inalatorio para cianose central; - ventilacao com pressao positiva atraves de balao e mascara facial para apneia, gasping ou frequencia cardiaca (FC) inferior a 100 bpm; - ventilacao atraves de balao e canula traqueal, se ventilacao com balao e mascara facial inefetiva ou prolongada; - massagem cardiaca, se FC inferior a 80 bpm; - medicacoes, se FC inferior a 80 bpm apos ventilacao e massagem cardiaca. Dos 4167 nativivos assistidos, 879 (21(por cento)) necessitam de algum procedimento de reanimacao: 650 (74(por cento)) melhoram com oxigenio inalatorio e 199(23(por cento)) com ventilacao atraves de balao e mascara; 30(3(por cento)) necessitaram de intubacao traqueal, massagem cardiaca e/ou medicacoes. Anecessidade de reanimacao foi maior nos neonatos de baixo peso ao nascer nos nascidos de parto cesareo. A realizacao de procedimentos mais invasivos, como a intubacao traqueal, a massagem cardiaca e o uso de medicacoes, foi maior em recem-nascidos com peso ao nascer inferior a 1500g e/ou idade gestacional inferior a 33 semanas e em neonatos do sexo masculino. A aplicacao da ventilacao neonatal com balao e mascara associou-se a anestesia geral materna. Dos 4167 nascidos vivos, dois com peso de nascimento de 630g faleceram, sendo a mortalidade de o,5 por mil nascidos vivos na sala de parto. A presenca de pediatras treinados em procedimentos de reanimacao resulta em baixa mortalidade do recem-nascido na sala de parto
Assunto HUMANORECEM-NASCIDO
Salas de Parto
Asfixia
Ressuscitação
HUMANORECEM-NASCIDO
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 148 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 148 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15682

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta