Estudo clínico e ultra-sonográfico de dois modelos de lentes intra-oculares para correção de alta miopia em olhos fácicos

Estudo clínico e ultra-sonográfico de dois modelos de lentes intra-oculares para correção de alta miopia em olhos fácicos

Título alternativo Clinical and ultrasonographic study of two intraocular lenses models for correction of high myopia in phakic eyes
Autor Allemann, Norma Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Campos, Mauro Silveira de Queiroz Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução. A condicao da alta miopia determina uma grande dependencia ao uso de correcao optica, motivando os pacientes a cirurgia. Diversas tecnicas cirurgicas para a correcao da alta miopia foram prpostas, entre elas, o implante de lentes intra-oculares (LIO) em olhos facicos, que permite uma correcao optica reversivel do erro refracional, mantendo a acomodacao. O metodo de biomicroscopia ultra-sonica (UBM) utiliza ultra-som de alta frequencia e permite imagens do segmento anterior, avaliando a relacao da LIO com as estruturas do segmento anterior. OBJETIVOS. Ultlizando-se dois modelos de LIOs de camara anterior para correcao de alta miopia em olhos facicos (ZB5M e prototipo NuVita©), propos-se a avaliar e comparar os resultados clinicos e refracionais dos dois modelos e a estabelecer as suas relacoes anatomicas. MATERIAL E METODOS. O estudo prospectivo randomico nao mascarado dividiu a amostra em grupo A (GA), que recebeu as lentes modelo ZB5M e Grupo B (GB), modelo prototipo NuVita©. Avaliou-se os dados clinicos e refracionais: acuidade visual sem e com correcao (Avsc e Avcc), equivalente esferico obtido sob cicloplegia (EE), biomicroscopia em lampada de fenda, ceratometria, tonometria de aplanacao, contagem endotelial, paquimetria ultra-sonica, gonioscopia, oftalmoscopia indireta, queixas subjetivas e descricao das complicacoes; e os dados de UBM: qualitativos e quantitativos. Os LIOs foram calculadas de acordo com a refracao, ceratometria e profundidade da camara anterior utilizando-se um monograma especifico de cada modelo, e seu diametro foi determinado adicionando 0,5 mm ao diametro da cornea. RESULTADOS. A amostra geral foi composta de 36 olhos, idade media de 29 anos, divididos em GA (7 olhos, seguimento medio 14 meses) e GB (29 olhos, seguimento medio 8 meses). Clinicos e Refracionai. A Avsc media pre-operatoria era pior que 20/400 em ambos os grupos e pos-operatoria, 20/66 no GA e 20/59 no GB (p>0,01). Avcc media pre-operatoria (no GA, 20/63 e no GB, 20/52), melhorou para 20/34 e 20/29 (p<0,01), com ganho de linhas de Avcc em 100(por cento) do GA e 93,10(por cento) do GB, e nenhum caso de perda de linhas. O EE pre-operatorio (-16,32 D no GA, -18,55 D no GB) evoluiu para -1,13 D e -2,03 D, respectivamente (p>0,01), com estabilizacao da refracao atingida no primeiro mes. Observou-se a rotacao das LIOs maior que 15 graus em 34,48(por cento) do GB e esta nao ocorreu no GA (p>0,01. A ovulacao de pupila maior que 0,3 mm foi notada em...(au)
Assunto Miopia
Cirurgia geral
Lentes intraoculares
Ultrassonografia
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 162 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 162 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15720

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta