Papel do núcleo do tracto solitário nas respostas cardiovasculares promovidas pela oclusão bilateral das artérias carótidas comuns

Papel do núcleo do tracto solitário nas respostas cardiovasculares promovidas pela oclusão bilateral das artérias carótidas comuns

Título alternativo Role of nucleus of solitary tract on the cardiovascular responses produced by bilateral common carotid arteries occlusion
Autor Sato, Monica Akemi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Colombari, Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente estudo teve como objetivo determinar o efeito da lesao eletrolitica do NTS comissural nas respostas cardiovasculares promovidas pela oclusao bilateral das arterias carotidas comuns em ratos nao anestesiados. No animais com lesao eletroiltica aguda (l dia) do NTS comissurai houve um potenciacao tanto do lº quanto do 2º componente da resposta pressora a oclusao das carotidas. A lesao eletrolitica do NTS comissurai aboliu as resposta cardiovasculares do quimiorreflexo induzido pelo cianeto de potassio e nao alterou as respostas do barorreflexo induzido por doses pressoras de fenilefrina entretanto, promoveu reducao da taquicardia reflexa induzida por dose depressoras de nitroprussiato de sodio. Estes resultados sugerem que o quimiorreceptores parecem nao estar envolvidos na resposta pressora potencial a oclusao das carotidas, que foi observada nos animais com lesao do NTS comissural. Uma vez que a lesao do NTS comissural potenciou a resposta pressora a oclusao das carotidas, tambem nos propusemos a analisar o envolvimento do componente simpatico e da vasopressina no aparecimento desta resposta. Para tanto, realizamos o bloqueio farmacologico sequencial, utilizando prazosin + metoprolol + antagonista de vasopressina nos animais com lesao do NTS comissurai ou com lesao ficticia e observamos que, em ambos os grupos de animais, houve reducao do lº e do 2º componente da resposta pressora a oclusao das carotidas, quando foi realizado o bloqueio simpatico com prazosin e metoprolol, porem nao se observou reducao adicional de ambos os componentes apos a administracao do antagonista de vasopressina, nos dois grupos de animais. No entanto, quando invertemos a ordem do bloqueio farmacologico, administrando primeiramente o antagonista de vasopressina, depois prazosin e por ultimo o metoprolol, observamos que nos animais com lesao do NTS comissural houve reducao tanto do lº quanto do 2º componente da resposta pressora a oclusao das carotidas apos o tratamento com antagonista de vasopressina e apos o tratamento com prazosin e metoprolol, houve reducao adicional do lº componente, mas nao do 2º componente. Nos animais com lesao ficticia, nao houve alteracao da resposta pressora a oclusao das carotidas apos a administracao do antagonista de vassopressina e somente apos a realizacao do bloqueio simpatico houve reducao desta resposta. Estes resultados sugerem que nos animais com lesao ficticia ou do NTS comissural, a resposta pressora...(au)
Assunto Artérias carótidas
Núcleo solitário
Barorreflexo
Células quimiorreceptoras
Isquemia encefálica
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 109 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 109 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15768

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta