Ações do extrato aquoso e frações purificadas de Cuphea carthagenensis (JACQ.) J.F. MACBR.(SETE-SANGRIAS) em sinapses colinérgicas periféricas

Ações do extrato aquoso e frações purificadas de Cuphea carthagenensis (JACQ.) J.F. MACBR.(SETE-SANGRIAS) em sinapses colinérgicas periféricas

Título alternativo Effects of the aqueous extract and purified fractions of Cuphea carthagenensis (Jacq.) J.F. Macbr. (sete-sangrias) on peropheral cholinergic synapses
Autor Viel, Tania Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Souccar, Caden Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As sete-sangrias sao plantas do genero Cuphea pertencentes a familia das Litraceas, reputadas na medicina popular como hipotensoras, diureticas, laxativas, depurativas e anti-sifiliticas. Estudos anteriores do grupo confirmaram a atividade hipotensora atribuida popularmente as sete-sangrias em ratos nao anestesiados e tratados com o extrato de Cuphea aperta Koehne (Santos e col., 1986, 1987) ou Cuphea balsamona Scham & Schltd (Ericeira e col., 1985). Os estudos tambem mostraram que os extratos das duas especies apresentam atividades parassimpatomimetica e anticolinesterasica (Ericeira e col., 1985; Santos e col., 1986, 1987), acoes essas que podem produzir efeitos toxicos apos o uso prolongado. Dando continuidade a esses estudos o presente trabalho analisou as acoes exercidas pelo extrato aquoso de Cuphea carthagenensis (Jacq) J.F. Macbr (EA) e de suas fracoes purificadas em sinapses colinergicas de preparacoes isoladas de mamifero, batraquio e ave. Os resultados obtidos foram os seguintes: Em ratos normotensos submetidos a registros da pressao arterial, por metodo nao lesivo, a administracao oral cronica do EA (O,5 g lkg/dia, v.o.) manteve a pressao arterial sistolica dos animais reduzida em torno de 10 mmhg (de 122,0 n 2,0 mm Hg) durante 30 dias de tratamento. Os animais controles tratados com volume equivalente de agua nao apresentaram alteracoes significativas da pressao arterial. 2. Em preparacoes de jejuno isolado de rato, o EA (O,3 a 3 mg/mL) deslocou a direita as curvas concentracao-efeito de acetilcolina (ACh; 4 a 18 vezes) e reduziu a contracao maxima produzida pelo agonista de 24 a 35 por cento , indicando um antagonismo do tipo nao competitivo. 3. No jejuno de rato, a fracao ppt-3 (3 a 100 gg/mL), obtida por solubilizacao fracionada do EA, deslocou as curvas concentracao-efeito da ACh paralelamente a esquerda e reduziu a CE5o do agonista na menor concentracao testada (5,5 vezes). Maiores concentracoes da ppt-3 (l O a 100 mg/mL) reduziram a contracao maxima produzida por ACh (l O por cento a 23 por cento ). FA-3 e ppt-3 nao apresentaram efeitos proprios nesta preparacao, indicando que essas fracoes sao desprovidas de atividade parassimpatomimetica. 4. Em preparacoes de diafragma de camundongo submetidas a estimulacao nervosa e muscular alternadas, o EA (l, 3 e 10 mg/mL) potenciou mais intensamente as contracoes musculares indiretas indicando sua acao na transmissao neuromuscular. Na maior concentracao, o EA bloqueou ...(au)
Assunto Plantas medicinais
Junção esofagogástrica
Plants, medicinal
Esophagogastric junction
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 97 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15818

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta