Dengue no municipio de Paraiso, São Paulo/Brasil, 1993

Dengue no municipio de Paraiso, São Paulo/Brasil, 1993

Título alternativo Dengue in Paraiso,Town, São Paulo, Braszil, 1993
Autor Scandar, Sirle Abdo Salloum Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente estudo tem como objetivo situar o processo de infestacao e controle do Aedes aegypti no Estado de São Paulo e dimensionar a incidencia da infeccao de dengue por sorotipo 1, no municipio de Paraiso, por ocasiao da epedemia que ocorreu que ocorreu entre abril e maio de 1993. Atraves de dados secundarios foi mapeada a evolucao da infestacao dos vetores, contextualizando a emergencia epidemica de dengue no municipio de Paraiso, em 1993. Por sua vez, o inquerito sorologlco, envolvendo a pesquisa de anticorpos lgG lnibldores de hemaglutinacao (IH) e lgM por meio de ensaio imunoenzimatlco (MAC - ELISA), foi realizado em uma amostra populacional ao termino da epidemia. Por selecao aleatoria de 90 domicilios, foi composta uma amostra de 409 residentes, dos quais foram coletadas amostras de sangue, paralelamente ao levantamento de informacoes sobre idade, sexo, ocupacao, condicoes socio-economicas e sintomas. Com a deterioracao das campanhas de vigilancia do Aedes aegypti, estruturadas ao redor da economia agro - exportadora, na primeira metade do seculo, as medidas de controle tornaram-se inadequadas para enfrentar a reinfestacao do mosquito, que ocorreu no Estado a partir dos anos 80, em meio a renovacao economica e social das relacoes nacionais e internacionais, que favoreceram a reIntrodução do vetor. Ao lado da reorganizacao assistencial do pais, no sentido da municipallzacao, a despeito dos esforcos envldados no controle dos vetores e no atendimento a doenca, a epidemia se instalou no referido municipio tendo sido detectada, na sua vigencia, 15 casos de dengue, o que correspondeu a uma incidencia de 306,12 / IOO.OOO habitantes. O inquerito sorologlco detectou 15 individuos com sorologla positiva, nos 409 individuos permitindo a estimativa da ocorrencia de 180 infectados na cidade de Paraiso. O estudo apontou ainda para a existencia de 67 por cento de infectados sintomaticos e 33 por cento de assintomaticos, estimando-se que nao foram detectados pela vigilancia clinico-epldemlologica cerca de 91,7 por cento dos infectados. Nao foi encontrada relacao de positivldade com sexo, idade, ocupacao e nivel socio economico. Finalmente, destacou-se a relevancia do inquerito sorologlco, no sentido de melhor conhecer a real extensao de infectados, como recurso adicional de monitoramento em periodos lnterepldemicos, permitindo uma avaliacao mais adequada dos resultados do programa de prevencao e controle da doenca, bem como do...(au)
Assunto Dengue
Surtos de Doenças
Aedes
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 103 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 103 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15822

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta