Trypanosoma cruzi: associação entre infectividade e expressão de glicoproteínas de superfície com atividade sinalizadora de cálcio

Trypanosoma cruzi: associação entre infectividade e expressão de glicoproteínas de superfície com atividade sinalizadora de cálcio

Título alternativo Trypanosoma cruzi: association between infectivity and expression of surface glycoproteins with calcium signaling activity
Autor Ruiz, Rita de Cássia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Yoshida, Nobuko Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Neste trabalho investigamos alguns aspectos do processo de invasao celular do T cruzi associados a mobilizacao de calcio no parasita e na celula hospedeira. Tracamos como principais objetivos: a) determinar se existe correlacao entre a capacidade de formas metaciclicas de diferentes cepas de T cruzi em invadir celulas de mamifero e a expressao de moleculas de superficie gp9O, gp82 e gp35/50. b) analisar comparativamente a capacidade da gp9O, gp82 e gp35/50 de induzir sinal de Ca 2+ na celula hospedeira e/ou no parasita. Os resultados de ensaio de invasao celular mostraram que as formas metaciclicas da cepa CL invadem celulas de mamifero (Hela, Vero) em maior numero (6-8 vezes) em comparacao a cepa G. A analise da expressao das glicoproteinas de superficie gp9O, gp82 e gp35/50 atraves da marcacao das formas metaciclicas com 125I seguida de imunoprecipitacao, immunoblotting e citometria de fluxo, revelou que a cepa G difere da cepa CL pela expressao de gp9O e pela presenca de maiores niveis de gp35/50. Quanto a gp82, cuja expressao e comparavel nas duas cepas. a analise da sequencia de amlnoacidos, deduzida a partir da sequencia de CDNA. revelou 97,9 por cento de identidade entre a cepa G e CL. Mostramos que o extrato sonicado de formas metaciclicas (G e CL) e capaz de induzir o aumento de [Ca2-]i em celulas Hela, e que grande parte dessa atividade e devida a gp82, a julgar pela inibicao de 50-70 por cento que resulta da incubacao do extrato parasitario com o anticorpo monoclonal 3F6 dirigido contra a gp82. Nos experimentos com a glicoproteina purificada de tripomasstigotas metaciclicos, observamos que: a) a gp9O, gp82 e gp35/50, ligam-se as celulas Hela de maneira dose dependente e saturavel, o que caracteriza uma ligacao do tipo receptor-dependente. b) a gp82 induz maior aumento de [Ca2+]i nas celulas Hela quando comparada a gp35/50, enquanto a gp9O nao induz a mobilizacao de Ca2+ de maneira significativa, do mesmo modo que a gp63 de Leishmania (L.) amazonensis, utilizada como controle. c) as proteinas recombinantes contendo as sequencias da gp9O ou da gp82, geradas em bacterias, ligam-se as celulas Hela do mesmo modo que as moleculas nativas, indicando que os carboidratos das cadeias oligossacaridicas ou a ancora GPI nao estao envolvidas na adesao a celula hospedeira. Observamos nos ensaios de mobilizacao de Ca2+ intracelular nas formas metaciclicas observamos que a mesma e induzida pelo extrato ...(au)
Assunto Trypanosoma cruzi
DNA recombinante
Glicoproteínas de membrana
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 96 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15857

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta