Estudo macroscopico e morfometrico do tendao tibial posterior

Estudo macroscopico e morfometrico do tendao tibial posterior

Título alternativo Macroscopic and morphometric studies of the posterior tibial tendon
Autor Silveira, Antonio Cesar Mezencio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O autor realizou estudo macroscopico e morfometrico do tendao tibial posterior utilizando 38 tendoes normais colhidos em necropsias ou em pecas amputacao de individuos adultos de ambos os sexos com idade variando de 18 a 86 anos, sem evidencias, ao exame fisico, de doencas ao nivel do pe ou tornoz excluindo-se tambem individuos obesos, diabeticos ou portadores de vasculopatia. O tendao foi examinado quanto ao aspecto macroscopico geral, c irregularidades na sua conformacao ou variacoes da normalidade, procurando-se correlacionar tais achados com a faixa etaria dos individuos. Foi tambem estudada superficie de corte do tendao no seu aspecto as seccoes transversa e longitudinal, n regioes proximal, media e distal. Os tendoes foram ainda submetidos a uma tracao centripeta, constatando-se que os mesmos sob esta condicao apresentam uma area acotovelamento que se situa a aproximadamente 3,0 cm da insercao ao nivel navicular. O estudo morfometrico compreendeu a determinacao das medidas comprimento, diametros maior e menor e areas de seccao transversa nas regiao proximal, media e distal do tendao tibial posterior e suas correlacoes com as diferentes faixas etarias. Constatou-se que: I) a forma aproximada do tendao a seccao transversa e a de uma elipse-, 2) existe diferenca significativa das dimensoes transversais entre as tres regioes do tendao (proximal, media e distal), sendo que as medidas menores se encontram na regiao media, as medidas maiores na regiao distal e as medidas intermediarias na regiao proximal; 3) a idade dos individuos e um fator que influencia a maior parte das medidas realizadas, sendo que os individuos com idade superior a 60 anos apresentam dimensoes em media maiores que os demais grupos tanto no comprimento quanto nos diametros e, como consequencia, na area do seccao transversa; 4) em todos os tendoes avaliados observou-se uma torcao do mesmo ao longo do seu eixo longitudinal
Assunto Tendões/anatomia & histologia
Tendões
Idioma Português
Data 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 80 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15865

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta