Solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no choque hemorragico

Solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no choque hemorragico

Título alternativo Hypertonic-hyperoncotic soluction with sodium acetate in the hemorrhagic shock
Autor Castro, Aldemar Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Contexto: Desde o surgimento das solucoes hipertonicas-hiperoncoticas para o tratamento do choque hemorragico, diversas solucoes tem sido empregadas, entre elas, algumas com acetato de sodio. Este tem como principal caracteristica sua acao vasodilatadora, permitindo uma reanimacao com alto fluxo e baixa pressao. Objetivo: Avaliar a solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no tratamento do choque hemorragico nao controlado em caes anestesiados. A hipotese testada foi que esta solucao seria melhor que outra solucao sem acetato e que a solucao isotonica. Tipo de estudo: Ensaio clinico aleatorio, duplo-cego, em animais de experimentacao. Local: Laboratorio de Pneumologia Experimental da Disciplina de Pneumologia do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina. Animal de experimentacao: 24 caes mesticos, adultos, machos, peso e idade semelhantes. Modelo experimental. Com os animais anestesiados foi reproduzido o modelo de choque hemorragico nao controlado (Prist et al., 1992), em que o volume de sangue a ser retirado varia com a pressao arterial media do minuto anterior, que simula uma sangria arterial nao controlada. Procedimentos. a) anestesia; b) celiotomia: esplenectomia, posicionamneto das linhas arteriais e venosa, e da sonda do fluxometro; c) estabilizacao por 30 minutos,- d) sangria: ate o obito do animal, ao completar 40 ml/kg de perda de sangue sao alocados para os grupos. e) necropsia: avaliacao da posicao da linhas arteriais, venosas e transdutor. Grupos experimentais: Grupo IS4 - Animal tratado com 4 ml/kg de NaCl O,9 por cento ; Grupo IS32 Animal tratado com 32 ml/kg de solucao de NaCl, 308 mOsmol/l; Grupo HSD - Animal tratado com 4 ml/kg de cloreto de sodio a 7,5 por cento + dextrano 706 por cento , 2.400 mOsmol/l; Grupo HAD Animal tratado com 4 ml/kg de acetato de sodio a 7,9 por cento + NaCl a 1,9 por cento + dextrano 70 6 por cento , 2.400 mosmoill. Variaveis estudadas.- Tempo de sobrevida, volume de sangue retirado, indice cardiaco, consumo de oxigenio sistemico, diferenca arterio-venosa de oxigenio mesenterico. Resultados: Tempo de sobrevida foi semelhantes entre os grupos. O volume de sangue retirado houve diferenca apenas entre os grupos HAD e lS4, sendo maior no primeiro. O indice cardiaco foi maior no grupo HAD em relacao ao lS4 e do lS32 comparado com o lS4. O consumo de oxigenio foi semelhante entre os grupos...(au)
Assunto Soluções Hipertônicas
Choque Hemorrágico
Fluxo Sanguíneo Regional
Acetato de Sódio
Consumo de Oxigênio
Mortalidade
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 51 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15939

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta