Niveis de exposicao a acaros e sua realacao com a gravidade da asma, em amostras de poeira domestica de residencias de criancas atopicas, asmaticas e nao atopicas, nao asmaticas, na cidade de São Paulo

Niveis de exposicao a acaros e sua realacao com a gravidade da asma, em amostras de poeira domestica de residencias de criancas atopicas, asmaticas e nao atopicas, nao asmaticas, na cidade de São Paulo

Título alternativo Endotoxins and mite allergens exponsure levels and their relationship with severity of asthma in house dust samples of atopic, asmathic childrens and non-atopic, non=asmathic childrens in the city of São Paulo
Autor Costa, Loiva Flores da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os objetivos deste estudo foram determinar os niveis de exposicao domiciliar a alergenos de acaros (Der p I, DerfI, Blo t 5 e Grupo II) e endotoxinas, assim como o impacto causado por esta, exposicao no quadro clinico da asma em criancas. Foi selecionado um grupo composto por 30 criancas atopicas asmaticas (dez com asma grave,- dez com asma moderada e dez com asma leve), com testes cutaneos de, hipersensibilidade imediata (prick- test) positivos para Dennatophagoides pteronyssinus (Dpt) e Blomia tropicalis (Bt), e um grupo controle com dez criancas, sem historia pessoal de alergia ou asma, com testes cutaneos negativos para os mesmos alergenos. As 40 criancas estudadas tinham entre 6 e 14 anos, eram procedentes da cidade de São Paulo, com condicoes socio-economicas e moradias semelhantes. Todas as residencias foram visitadas em duas epocas do ano: Novembro, Dezembro/96 e Janeiro/97 (Fase l); Junho, Julho e Agosto/97(Fase2), procedendo-se a coleta de poeira de roupas de cama e do piso no dormitorio das criancas envolvidas no estudo. Foram colhidas amostras de sangue periferico para a deteccao de lgE total e especifica para Dermatophagoides pteronyssinus e Blomia tropicalis, de todas as criancas estudadas. Os niveis de alergenos de acaros encontrados nas amostras de poeira foram muito elevados, nao se observando diferencas significantes entre residencias de criancas atopicas e nao-atopicas. Niveis de Der p [ > 1 O ug/g de poeira foram, encontrados em 6/30 residencias de atopicos e em 1/1O residencias de controles. Contrariando os demais trabalhos, encontramos niveis elevados de Derf I (>lOug/g) em 14/30 residencias de atopicos e, em 2/10 residencia de controles. Os niveis de Blo t 5 e Grupo II foram menores. Os niveis de Der p I foram mais elevados nas roupas de cama do que no piso, assim como os demais alergenos estudados, em asmaticos e controles (p<O.O5). Embora a exposicao a niveis de alergenos de acaros seja comum em São Paulo, observamos maior resposta de anticorpos sericos especificos da classe lgE no grupo de atopicos. Nao observamos diferencas entre residencias de asmaticos e controles no que se refere a niveis de endotoxinas (EU/g de poeira) e niveis de Der p I (p>O.O5). Comparando grupo de asmaticos e de controles, obtivemos os maiores niveis de Blo t 5 (Z=2.84) e Der f I (Z=4.37) na Fase I e de Grupo II na Fase 2 do estudo(Z=2.70). Observou-se uma exposicao domiciliar a maiores niveis de endotoxins...(au)
Assunto Humanos
Criança
Asma
Ácaros
Endotoxinas
Alérgenos
Humanos
Criança
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 101 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 101 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15982

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta