Avaliacao da imunogenicidade e seguranca das vacinas DPT e PRP-T, aplicadas separadamente, combinadas entre si (DPT/PRP-T), e combinadas a vacina antipolio inativada (DPT/PRP-T/IPV)

Avaliacao da imunogenicidade e seguranca das vacinas DPT e PRP-T, aplicadas separadamente, combinadas entre si (DPT/PRP-T), e combinadas a vacina antipolio inativada (DPT/PRP-T/IPV)

Título alternativo Immunogenicity and safety of DTP and PRP-T vacines, when administered separetely, combined in the same syringe (DTP/PRP-T), and combined in the same syringe with inactivated poliovirus vaccine(DTP/PRP-T/IPV)
Autor Araujo, Orlei Ribeiro de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Entre dezembro de 1995 e marco de 1997, 256 criancas foram admitidas em um estudo aberto, comparativo e randomizado, com o objetivo de avaliar a imunogenicidade e a seguranca da vacina PRP-T, em combinacao com a vacina DPT e IPV. Terminaram o estudo 240 criancas, divididas em tres grupos: No Grupo I, as vacinas DPT e PRP-T foram administradas em sitios separados, simultaneamente a OPV. No Grupo 2, as vacinas DPT e PRP-T foram combinadas na mesma seringa (DPT/PRP-T), e foi administrada a OPV. No Grupo 3, as vacinas DPT, PRP-T e IPV foram combinadas na mesma seringa. A frequencia de eventos adversos locais (dor, edema, hiperemia, enduracao, equimose) foi menor apos a primeira dose da DPT, comparada as primeiras doses da PRP-T e das combinacoes. Os eventos adversos sistemicos foram brandos, e a frequencia de irritabilidade, sonolencia, vomito e diarreia foi semelhante entre os grupos. A febre foi o evento adverso sistemico mais frequente, sendo mais observada apos a segunda dose no Grupo 3. Foram colhidas duas amostras de sangue, sendo uma antes da primeira imunizacao, e a segunda, tres meses apos a terceira dose. Foram dosados os anticorpos anti-PRP, antitoxoides tetanico e difterico, antipertussis e antipoliovirus tipos 1, 2 e 3. OS titulos geometricos medios eram semelhantes antes da vacinacao. De um modo geral, a producao de anticorpos anti-PRP, antitoxoides tetanico e difterico e antipertussis foi menor apos a imunizacao com as vacinas combinadas, comparadas as vacinas aplicadas em separado, mas quase 1OO por cento das criancas desenvolveram niveis protetores de anticorpos nos tres grupos. A vacina IPV induziu niveis de anticorpos mais altos que a OPV, para os sorotipos 1 e 3, mas nao para o sorotipo 2. Embora tenha existido uma interferencia significativa entre os antigenos estudados, quando as vacinas foram administradas em combinacao, os tres esquemas mostraram-se seguros e imunogenicos
Assunto Vacinas Combinadas/imunologia
Vacinas Combinadas/efeitos adversos
Vacinas Anti-Haemophilus
CONTRA DIFTERIA-TETANO-PERTUSSIS
Vacina Antipólio de Vírus Inativado
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 122 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 122 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15997

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta