Expressão da glicoproteína de superfície de 82kDa(GP82) de tripomastigotas metacíclicas de Trypanosoma cruzi em células de mamíferos e em forma epimastigotas do parasita

Expressão da glicoproteína de superfície de 82kDa(GP82) de tripomastigotas metacíclicas de Trypanosoma cruzi em células de mamíferos e em forma epimastigotas do parasita

Título alternativo Metacyclic trypomastigotes of Trypanosama cruzi express a stage-specific surface glycoprotein of 82 kDa of the mammalian host cells by the parasite
Autor Ramirez Araya, Marcel Ivan Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silveira, Jose Franco da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os tripomastigotas metaciclicos de Trypanosoma cruzi expressam uma glicoproteina de superficie de 82 kDa estagio-especifica que tem sido implicada na invasao de celulas de mamiferos pelo parasita. A gp82 e uma molecula de adesao que induz aumento na concentracao de Ca+2 , evento este fundamental no processo de invasao pelo T cruzi. A estrutura primaria da gp82 foi recentemente deduzida a partir de um clone de cDNA (clone Jl8, GeneBank Ll4824) (Araya et al., 1994). Ela e constituida por um polipeptideo de 516 aminoacidos que contem alguns motivos caracteristicos da familia das gp85/sialidases; incluindo-se os motivos Asp box, VTV e uma sequencia putativa para adicao de ancora GPI. Contudo, a gp82 nao possue uma sequencia aminoterninal, comuns as proteinas de membrana. Apesar de varios aspectos da biosintese de proteinas de superficie terem sido conservados na evolucao, as exigencias para translocacao do peptideo nascente atraves do reticulo endoplasmatico e a ligacao atraves de ancora de glicosilfosfatidilinositol (GPI) pode nao ser os mesmos nos mamiferos e protozoarios parasitas. Os objetivos do presente trabalho foram testar se os sinais presentes na gp82 funcionam nas celulas de mamiferos e estudar a expressao e processamento da gp82 em epimastigotas de T. cruzi, uma forma evolutiva que nao expressa esta proteina. Nos analisamos a expressao da gp82 em celulas Vero e Cos-7 transfectadas com o plasmidio pcDNA3 no qual introduziu-se a fase de leitura aberta completa do gene gp82. O cDNA da gp82 foi subclonado no plasmidio pcDNA3 (construcao pc-gp82) mantendo-se as sequencias potenciais para adicao de ancora GPI e peptideo sinal (sequencia NH2-terminal de clivagem). As celulas transfectadas expressaram 4 polipeptideos de massa molecular inferior a 60 kDa sugerindo que o peptideo sinal encontrado na gp82 nao foi reconhecido pelo sistema de processamento das celulas de mamiferos. Para testar esta hipotese, a sequencia codificadora do peptideo sinal da hemaglutinina viral foi clonada em fase com o gene gp82 originando uma construcao denominada pc-gp82+PS. Nos comparamos a expressao da gp82 codificada pelas construcoes pc-gp82 e pc-gp82+PS atraves de immunoblotting, imunofluorescencia e inibicao da N-glicosilacao com tunicamicina. As celulas transfectadas com a construcao pc-gp82+PS expressaram uma proteina de 75 kDa que foi detectada pelo anticorpo monoclonal 3F6 (AcMo-3F6) especifico para a gp82. Quando a transfeccao foi feita na presenca ...(au)
Assunto Trypanosoma cruzi
Glicoproteínas variantes de superfície de trypanosoma
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 130 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 130 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16022

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta