Constipacao intestinal, consumo de fibra alimentar e habitos alimentares em criancas menores de 2 anos

Constipacao intestinal, consumo de fibra alimentar e habitos alimentares em criancas menores de 2 anos

Título alternativo Constipation, dietary fiber intake and food habits in children not old than two
Autor Aguirre, Andrea Nogueira de Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os objetivos deste estudo foram estudar a prevalencia de constipacao; a relacao entre a duracao do aleitamento natural, o desmame e o aparecimento de constipacao e o consumo de fibras alimentares por criancas menores de 2 anos de idade. Foram estudadas 277 criancas com idade inferior a 2 anos, nos postos de Saúde do municipio de Embu, onde a Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM) presta atendimento. Foram preenchidos questionarios sobre as caracteristicas das evacuacoes e dos habitos alimentares. Constipacao foi caracterizada quando havia eliminacao de fezes com consistencia obrigatoriamente dura e a ocorrencia de pelo menos mais uma das seguintes caracteristicas: dor ou dificuldade ao evacuar, medo ao evacuar, fezes com formato de cibalas, cilindrica com rachaduras ou cilindrica e espessa. Foi utilizado um catalogo fotografico de fezes para auxiliar na definicao da forma e da consistencia das fezes. Duas criancas foram descartadas porque o inquerito sobre o ritmo intestinal foi inconclusivo. Das 275 criancas, 69 apresentavam e 206 nao apresentavam constipacao. Assim, a prevalencia de constipacao foi de 25,1 por cento nesta populacao com faixa etaria inferior a 2 anos. Pseudoconstipacao foi caracterizada em 2,9 por cento (8/275) das criancas, todas em aleitamento natural e no primeiro semestre de vida. Constipacao foi mais prevaiente, com significancia estatistica, a partir do segundo semestre 38,8 por cento (45/116) em relacao ao primeiro semestre de vida 15,1 por cento (24/159). No primeiro semestre de vida observou-se aumento progressivo da prevalencia de constipacao em cada um dos bimestres: 5,5 por cento , 16,3 por cento e 23,0 por cento . Dentre as 69 criancas com constipacao, verificou-se que 20,3 por cento iniciaram a constipacao na vigencia de aleitamento predominante, 33,3 por cento em aleitamento misto e 46,4 por cento em aleitamento artificial. Desmame precoce ocorreu em 40,5 por cento das criancas com constipacao e em 21,2 por cento das criancas sem constipacao (p=O,OO). Devido a associacao entre a ocorrencia de constipacao e o tipo de aleitamento e do aumento da prevalencia de constipacao no primeiro semestre de vida, foi realizada analise de regressao logistica. Esta analise demonstrou que o aleitamento artificial em relacao ao aleitamento misto e que o aleitamento misto em relacao ao aleitamento predominante aumentam em 2,13 vezes a chance da crianca apresentar constipacao...(au)
Assunto Humanos
Criança
Hábitos Alimentares
Fibras na Dieta
Constipação Intestinal
Humanos
Criança
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 116 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 116 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16026

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta