Usuarios de Cocaina

Título alternativo Cocaine users: their profiles, patterns of use and HIV behaviours
Autor Dunn, John Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo desta pesquisa foi criar uma entrevista estruturada que poderia ser utilizada para avaliar os perfis, as historias de uso de drogas e os comportamentos de risco de transmitir o virus HIV entre usuarios de cocaina/crack. Depois de fazer uma revisao da literatura, principalmente de outros instrumentos que tem sido utilizados no Brasil e no exterior, criamos uma agenda oculta que seria usada para dirigir as entrevistas exploratorias. Essas entrevistas, com vinte usuarios de cocaina, tinham o objetivo de ajudar o processo de conceituar e operacionalizar as perguntas que seriam empregadas no instrumento. Apos as entrevistas exploratorias, criamos o primeiro rascunho da entrevista estruturada que seria usada no estudo piloto com mais 40 pacientes. A versao final do instrumento tinha 245 perguntas, dividido em treze secoes: sociodemografica, uso de drogas licitas, uso de drogas ilicitas, o inicio do uso de cocaina, transicoes na via de administracao da droga, o padrao de consumo, financiamento do uso, o uso mais recente, a historia de injetar drogas, episodios de abstinencia e tratamento, overdose, o uso de drogas na familia e comportamentos de risco para a transmissao do virus HIV. Este instrumento foi entao usado para entrevistar 294 usuarios de cocaina provenientes de 15 servicos que ofereciam tratamento, assistencia ou ajuda a usuarios de drogas e pessoas infectadas com o virus EW. Foram entrevistados, apenas pacientes usuarios ou ex-usuarios de cocaina/crack. Os pacientes foram entrevistados em diversos settings, inclusive: enfermarias e ambulatorios; instituicoes publicas, privadas e de caridade; organizacoes nao governamentais; e servicos de atendimento a pacientes HIV soropositivos. Noventa porcento dos pacientes eram do sexo masculino, a idade media foi de 27 anos, 62 por cento eram solteiros, 62 por cento so estudaram ate o primeiro grau (completo ou incompleto), 30 por cento estavam trabalhando, 46 por cento estavam desempregados, 34 por cento ganhavam menos que um salario minimo por mes, mas 21 por cento ganhavam mais que 5 salarios minimos e a maioria ainda morava na casa dos pais (54 por cento ). Durante suas vidas, a maioria tinha usado diversas substancias, incluindo: tabaco (88 por cento ), alcool (88 por cento ), maconha (96 por cento ), solventes (54 por cento ), anfetaminas (24 por cento ), e tranquilizantes (5 I por cento ). Havia uma sequencia temporal na qual as drogas tinham sido usadas, comecando com ...(au)
Assunto Cocaína
Cocaína Crack
HIV
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 192 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 192 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16125

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta