Equipamento para administração de óxido nítrico

Equipamento para administração de óxido nítrico

Título alternativo Nitric oxide administration equipament: laboratorial study and simulation with carbon dioxide
Autor Munechika, Masashi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Amaral, José Luiz Gomes do Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O trabalho se propos a demonstrar a viabilidade tecnica de um equipamento, para a administracao de oxido nitrico (NO), que pode ser adaptado a qualquer ventilador pulmonar com fluxo inspiratorio e tempos inspiratorio e expiratorio constantes. O equipamento foi montado com um cilindro contendo 1000 ppm de NO diluido em nitrogenio, um regulador de pressao, dois fluxometros, tubos e conectores de material plastico e analisadores eletroquimicos de NO e dioxido de nitrogenio (NO2) - O arranjo foi concebido de modo a injetar fluxos continuos de NO a 30 centimetros da extremidade distal do ramo inspiratorio do circuito do ventilador pulmonar. Com o ventilador regulado, em modo volume-controlado, para fornecer volume-corrente de 500 mililitros, frequencia de 10 ciclos por minuto e fluxo de 40 litros por minuto, injetou-se fluxos de NO de 50, 100 e 200 ml.min-l. o analisador eletroquimico Pac II NO (Drager, Alemanha) detectou concentracoes medias respectivas de 10,6 ppm, 20,6 ppm e 39 ppm de NO. A diferenca entre as concentracoes esperadas e obtidas de NO variou entre -7 por cento e +20,2 por cento . o analisador eletroquimico Pac II NO2 (Drager, Alemanha) , detectou concentracoes medias respectivas de O,02 ppm, O,24 ppm e O,54 ppm de NO2. A diferenca entre as concentracoes esperadas e obtidas de NO2 variou entre -40,25 por cento e -1OO por cento . Para estudar o comportamento da bolha de NO e descartar a possibilidade de administracao de concentracoes muito elevadas desse gas, substitui-se o NO por dioxido de carbono (CO2) e o analisador eletroquimico de NO por capnografo. Em se tratando de um aparelho com resposta quase imediata, quando comparado com o analisador eletroquimico, o capnografo registrou picos de concentracoes de 0,87 por cento, 4, 64 por cento e 8,84 por cento, formados pelas injecoes de fluxos 50, 100e 200 ml.min-1 de CO2 puro, A injecao de fluxos semelhantes de 1000 ppm de NO resultaria em concentracoes de 8.7 ppm, 46,4 ppm e 88,4 ppm, considerando-se a difusibilidade do NO igual a do CO2. Aplicando-se a lei de Grahan sabemos que o NO e 17,5 por cento mais difusivel do que o CO2, portanto, os picos de concentracoes formados pelo NO devem ser menores do que aqueles formados pelo CO2. Com os dados expostos, concluiu-se que o equipamento e o metodo empregado seriam capazes de fornecer NO em doses desejadas sem se atingir picos potencialmente danosos
Assunto Óxido nítrico
Equipamento
Simulação
Dióxido de carbono
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 70 p. tab., graf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16136

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta