Please use this identifier to cite or link to this item: http://200.144.93.176/11600/1627
Title: Estudo dos estágios motivacionais em sujeitos adultos dependentes do álcool
Other Titles: Study of motivational stages in alcohol dependent adult subjects
Authors: Oliveira, Margareth Da Silva
Laranjeira, Ronaldo [UNIFESP]
Araujo, Renata Brasil
Camilo, Rafael Leal
Schneider, Daniela Digiórgio
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Keywords: Alcohol dependence
motivational stages
dependence level
scales
Dependência do álcool
estágios motivacionais
grau de dependência
escalas
Issue Date: 1-Jan-2003
Publisher: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Citation: Psicologia: Reflexão e Crítica. Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, v. 16, n. 2, p. 265-270, 2003.
Abstract: The general aim of this work was to trace the motivational stages of interned clients in specialized units, based on Prochaska and Diclemente's Transtheorical Model. This work also examines if there is a correlation between the motivation stages of this group of alcohol-addicted patients and their level of drug dependence. The sample was composed of 120 alcoholics male patients, with dependence levels between moderate and critical. The instruments used were: Short-form Alcohol Dependence Data to identify the dependence level and the University of Rhode Island Change Assessment Questionnaire to evaluate the motivational stages. The results show positive and low-intensity correlation (r s= 0,197; p=0,031) between the level of drug dependence and the Maintenance stage. It is still under discussion the importance of the scales used in order discussion, in order to judge and choose better techniques to be adopted during the therapeutic process.
Esta pesquisa tem por objetivo identificar a configuração dos estágios motivacionais em alcoolistas internados em unidades especializadas e verificar se há uma correlação entre estes estágios e o grau de dependência avaliado. A amostra foi composta por 120 alcoolistas, do sexo masculino com nível de dependência entre moderado e grave. Os instrumentos utilizados foram: Short-form Alcohol Dependence Data (SADD) para identificar a gravidade da dependência alcóolica e a University of Rhode Island Change Assessment Questionnaire (URICA) para avaliar os estágios motivacionais. Os resultados demonstraram uma correlação positiva e de intensidade baixa (r s= 0,197; p=0,031) entre a gravidade da dependência e o estágio de Manutenção, bem como uma preponderância de escores neste estágio. Discute-se a importância da aplicação das escalas utilizadas para um melhor delineamento das técnicas a serem adotadas durante o processo terapêutico.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1627
ISSN: 0102-7972
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722003000200006
Appears in Collections:Em verificação - Geral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0102-79722003000200006.pdf289.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.