Dos limiares de audibilidade nas frequencias de 250 a 18000 Hz em individuos expostos a ruido ocupacional

Dos limiares de audibilidade nas frequencias de 250 a 18000 Hz em individuos expostos a ruido ocupacional

Título alternativo This study aimed a verifying thresholds in conventional and ultra high frequency range (250-18000 Hz) in subjects industrial exposure and comparing these data with normal hearing subjects without noise exposure
Autor Beltrami, Ceres Helena Buss Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente trabalho teve como objetivo estudar os limiares de audibilidade de individuos expostos a ruido ocupacional na audiometria convencional e na audiometria de frequencias ultra-altas de 9000 a 18000 Hz, bem como compara-los aos obtidos em individuos sem historia de exposicao a ruido e audiologicamente normais. Com esta finalidade, 101 individuos do sexo masculino, na faixa etaria de 25 a 35 anos foram avaliados. Para tal avaliamos 71 individuos expostos a ruido ocupacional e 30 individuos com audicao normal. Todos os individuos foram submetidos a anamnese audiologica, video-otoscopia, obtencao das medidas de imitancia acustica, audiometria tonal liminar convencional e audiometria das frequencias ultra-altas, de 9000 a 18000 Hz. Os resultados deste estudo mostraram, na caracterizacao dos limiares medios d audibilidade das frequencias de 250 a 18000 Hz que, na frequencias ultra-altas, conforme o aumento da frequencia do estimulo bem como da idade, ocorreu uma queda maior da acuidade auditiva tanto no grupo controle como no grupo exposto ruido. Os individuos com idades entre 30 a 35 anos expostos ruido, sem perda auditiva na faixa de frequencias convencional apresentaram melhores limiares de audibilidade nas frequencias de 9000 a 13000 Hz do que os obtidos nos individuos expostos a ruido, com perda auditiva, na faixa de frequencias convencional. A exposicao ao ruido nao determinou alteracoes significantes nos limiares de audibilidade das frequencias ultra-altas quando os limiares das frequencias de 250 a 8000 Hz estavam normais. Concluimos que tanto a exposicao ao ruido quanto a idade afetam os limiares de audibilidade nas frequencias ultra-altas
Assunto Audição
Audiologia
Audiometria
Perda Auditiva Provocada por Ruído
Ruído Ocupacional
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 115 p. tab.,graf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 115 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16305

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta