Correlação entre os achados à biomicroscopia ultra-sônica de bolhas filtrantes com ou sem mitomicina C com a pressão intra-ocular

Correlação entre os achados à biomicroscopia ultra-sônica de bolhas filtrantes com ou sem mitomicina C com a pressão intra-ocular

Título alternativo Correlation between ultrasound biomicroscopy the filtration blebs with or without mitomycin C in intra-ocular pressure
Autor Marcon, Italo Mundialino Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mello, Paulo Augusto de Arruda Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foram examinados, utilizando a biomicroscopia ultra-sonica (UBM), 6 olhos de 44 pacientes portadores de glaucoma (54 casos de glaucoma de angulo aberto e 7 de glaucoma de angulo fechado), submetidos a cirurgia antiglaucomatosa. O grupo era formado por 24 pacientes do sexo feminino e 20 do sexo masculino, todos brancos, com idade variando de 33 a 86 anos, com uma media de 67,84 anos. Os pacientes foram examinados no pos-operatorio de forma nao randomizada, em um estudo de coorte com duracao de seis meses. Todos os pacientes foram operados pela tecnica filtrante antiglaucomatosa denominada trabeculectomia, tendo 38 recebido a mitomicina C (MMC) no intra-operatorio e 23 nao. Todos os 61 olhos operados foram examinados e avaliados no pos-operatorio pelo UBM, modelo 840, com a sonda de 50 MHz, da Humphrey Instruments (San Leandro, California), utilizando a tecnica descrita por PAVLIN em 1991 (PAVLI N et al., 1991). Foi avaliada a presenca ou nao da cavidade, o diametro, a altura e a espessura da parede da bolha, a espessura da conjuntiva as 6 horas, a profundidade da camara anterior em olhos submetidos a cirurgia, e o efeito sobre a pressao intra-ocular (Po) das diferentes caracteristicas da bolha filtrante. O estudo pelo UBM demonstrou que, dos dados examinados, foi a altura da bolha o elemento que mais influenciou na diminuicao da Po. Na trabeculectomia, a parede da bolha filtrante foi significativamente mais espessa nos olhos que receberam a MMC do que naqueles que nao receberam. A diminuicao da Po foi maior nos olhos em que foi utilizada a mitomicina C do que aqueles em que nao foi utilizada, com uma diferenca de 2,54mmHg. A Po e as caracteristicas das bolhas filtrantes apresentaram comportamento semelhante nos subgrupos com menos ou com mais de seis meses de intervalo pos-operatorio quando comparados entre si
Assunto Glaucoma
Trabeculectomia
Mitomicina
Pressão intraocular
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 127 p. ilus., tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 127 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16322

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta