Fatores associados a alteracoes clinicas e radiologicas pulmonares em recem-nascidos com liquido amniotico meconial

Fatores associados a alteracoes clinicas e radiologicas pulmonares em recem-nascidos com liquido amniotico meconial

Título alternativo Associeted factors in clinical alteration and pulmonary radiologic in newborn with meconium amniotic fluid
Autor Rossi, Claudia Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste estudo prospectivo foi verificar os fatores associados as alteracoes clinicas e radiologicas pulmonares em recem-nascidos com liquido amniotico meconial. Estudou-se se a vitalidade do recem-nascido, o aspecto do meconio e a presenca de meconio em traqueia ao nascimento sao fatores de risco e se a aspiracao de vias aereas superiores pelo obstetra e a aspiracao traqueal pelo pediatra sao fatores de protecao para a presenca de desconforto respiratorio, Sindrome de Aspiracao de Meconio (SAM) e alteracoes radiologicas pulmonares. Foram estudados 383 recem-nascidos a termo e pos-termo com liquido amniotico meconial (272 fluidos e 111 espessos) no HSP/UNIFESP/EPM, de maio de 1995 a setembro de 1998. A aspiracao de vias aereas superiores do concepto foi feita segundo decisao do obstetra e os pediatras foram orientados a aspirar a traqueia se o neonato com meconio fluido nao se apresentasse vigoroso ou se o meconio fosse espesso. Todos os pacientes foram submetidos a radiografia de torax ate 24 horas de vida, analisada por radiologista que desconhecia o quadro clinico respiratorio. Realizou-se analise univariada e regressao logistica multivariada para identificar os fatores significantes. O recem-nato nao vigoroso ao nascimento e a presenca de meconio em traqueia foram fatores de risco para o desenvolvimento de desconforto respiratorio e SAM, mas nao para a presenca de alteracoes radiologicas pulmonares. O meconio espesso foi fator de risco para SAM e para presenca de alteracoes radiologicas pulmonares, mas nao para desconforto respiratorio. A aspiracao das vias aereas feita pelo obstetra foi fator de protecao apenas para alteracoes radiologicas pulmonares. A aspiracao traqueal realizada pelo pediatra nao se constituiu em fator de protecao para qualquer uma das alteracoes estudadas. Este estudo sugere que a aspiracao das vias aereas deve ser efetuada pelo obstetra em todos os casos de liquido amniotico meconial. Tambem sugere que a aspiracao traqueal deve ser realizada pelo pediatra apenas nos pacientes que nao estiverem vigorosos ao nascimento, principalmente se o liquido meconial for espesso, pois a presenca de meconio em traqueia nesses casos aumenta o risco de desconforto respiratorio e de SAM
Assunto Líquido Amniótico
Síndrome de Aspiração de Mecônio
Mecônio
Recém-Nascido
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 152 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 152 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16329

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta