Infarto agudo do miocardio em mulheres: experiencia da unidade coronariana do hospital São Paulo-UNIFESP no periodo de 1990 a 1996

Infarto agudo do miocardio em mulheres: experiencia da unidade coronariana do hospital São Paulo-UNIFESP no periodo de 1990 a 1996

Título alternativo Acute myocardial infarction in women: a casuistic analysis from 1990 to 1996
Autor Lopes, Rita Simone Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A incidencia das doencas cardiovasculares nas mulheres tem aumentado nas ultimas decadas, sendo o problema de Saúde mais encontrado nos paises industrializados. A manifestacao da doenca se mostra mais tardia nas mulheres em relacao aos homens, onde a protecao estrogenica e a menopausa sao divisares mercantes para a apresentacao da Doenca da Arteria Coronaria. O Infarto Agudo do Miocardio e forma mais grave da apresentacao da DAC, sendo responsavel por um indice alto de morbi-mortalidade. Os fatores de risco entre homens e mulheres sao iguais, porem, as mulheres tem particularidades como o uso de contraceptivos orais e menopausa. A apresentacao, localizacao e tratamento do IAM sao iguais entre homens e mulheres, porem percebe-se que a mulher tem pior prognostico e maior mortalidade intra-hospitalar do que homens. Muitos fatores podem ter contribuido para isto. As mulheres sao mais idosas quando apresentam a doenca; outro fator seria a maior incidencia de diabetes e hipertensao em relacao aos homens na admissao hospitalar. Alem disso, o diagnostico e feito mais tardiamente diminuindo a oportunidade de tratamento. No nosso trabalho nao encontramos diferencas na localizacao e apresentacao (tipo de onda ),entre homens e mulheres. Encontramos uma utilizacao de Estreptoquinase e AAS igual, porem uma tendencia de menor uso de Beta-bloqueadores e IECA, nao sendo explicada somente pelo Killip mais elevado encontrado nas mulheres, podendo sugerir displicencia no diagnostico e tratamento de mulheres com Infarto Agudo do Miocardio
Assunto Infarto do Miocárdio
Mulheres
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 105 p. graf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 105 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16385

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta