Defeitos de fechamento do tubo neural: frequência, fatores de risco e morbimortalidade.

Defeitos de fechamento do tubo neural: frequência, fatores de risco e morbimortalidade.

Título alternativo Neural tube defects: frequency, risk factors and morbimortality
Autor Lima, Fernanda Teresa de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Brunoni, Decio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os defeitos de fechamento do tubo neural constituem um grupo de malformacoes reunidas numa mesma categoria, pois a origem embriologica e comum e as caracteristicas epidemiologicas sao semelhantes. Acarretam graves consequencias para seus portadores. O presente trabalho tem por objetivo avaliar as frequencias, os fatores de risco e a morbimortalidade ate o primeiro ano de vida em criancas portadoras de defeitos de fechamento do tubo neural e ainda de verificar a evolucao clinica dos portadores. Os pacientes estudados nasceram no Hospital São Paulo (HSP) da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina, entre julho de 1993 e dezembro de 1997, e no Hospital do Servidor Publico do Estado de São Paulo (HSPE), entre janeiro de 1973 e dezembro de 1997, registrados pelo Estudo Colaborativo Latinoamericano de Malformacoes Congenitas (ECLAMC), atraves de metodologia caso-controle. As fichas do ECLAMC e os prontuarios hospitalares foram revisados e foram utilizados dois controles para cada caso. No HSP, foram observados 63 defeitos de fechamento, sendo 24 anencefalias, l craniorraquisquise, 12 encefaloceles e 26 espinhas bifidas. No HSPE, foram verificados 49 defeitos, sendo 22 anencefalias, l craniorraquisquise, 3 encefaloceles e 23 espinhas bifidas. No HSP, observou-se uma frequencia de 1,16 por cento em 5434 nascimentos (l:86 nascimentos), revelando vies de triagem nesse hospital, e no HSPE, de O,09 por cento em 55891 nascimentos (l: l141), o que esta dentro do esperado para populacoes de baixa frequencia. Os fatores de risco estatisticamente significantes para estas malformacoes foram: no HSP, componente branco entre os antecedentes raciais (37,3 por cento dos afetados x 23,2 por cento dos controles) e sexo feminino (58,7 por cento x 47,9 por cento) e, no HSPE, intercorrencias gestacionais como doencas agudas (48,9 por cento x 15,6 por cento) e uso de medicacao (78,2 por cento x 47,9 por cento). Observou-se que, em relacao aos controles, os portadores de defeitos de fechamento do tubo neural apresentaram maior frequencia dos seguintes indicadores de morbidade: prematuridade (40,0 por cento dos afetados x 17,5 por cento dos controles), apresentacoes anomalas (30,8 por cento x 6,8 por cento) e baixo peso ao nascimento (53,6 por cento x 16,1 por cento), indices de Apgar de primeiro minuto < 7 (68,0 por cento x 22,9 por cento) e de quinto minuto < 5 (32,0 por cento x O,5 por cento), mais...(au)
Assunto Defeitos do tubo neural
Epidemiologia
Fatores de risco
Indicadores de morbimortalidade
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 242 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 242 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16413

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta