Estudo morfométrico e estereológico dos testículos de ratos albinos, imaturos sexualmente, tratados subcronicamente com doxorrubicina

Estudo morfométrico e estereológico dos testículos de ratos albinos, imaturos sexualmente, tratados subcronicamente com doxorrubicina

Título alternativo Histomorphometric and stereologic study of sexually immature rat testes from albino treated subchronicaly with doxorubicin
Autor Brilhante, Otávio de Sousa Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Miraglia, Sandra Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo desta pesquisa e investigar a acao tardia da doxorrubicina sobre a espermatogenese e fertilidade de ratos tratados a partir da fase pre-pubere precoce. A doxorrubicina e um antineoplasico antraciclinico de amplo espectro e com larga utilizacao na quimioterapia moderna. Sua atividade antitumoral tem sido atribuida a capacidade de se intercalar entre os pares de bases do DNA, resultando em quebras seguidas por fragmentacao de suas moleculas e morte celular por apoptose. Dezoito ratos pre-puberes da linhagem Wistar submetidos a tratamento subcronico com doxorrubicina na dose de 5 mg/kg de peso corporeo por via intraperitoneal e sacrificados aos 40, 64 e 127 dias de idade tiveram seus testiculos avaliados segundo parametros morfometricos, estereologicos e histologicos estabelecidos. Para avaliacao testicular ao microscopio de luz, as gonadas foram submetidas as tecnicas usuais de inclusao em Paraplast plus e as seccoes obtidas, com 3 mm de espessura, coradas pela tecnica de H.E. e tratadas pelo metodo do PAS com contra-coloracao nuclear pela Hematoxilina de Harris. A capacidade reprodutiva dos animais foi testada aos 127 dias de idade atraves do acasalamento com duas femeas primiparas cada. Todos os parametros morfometricos (pesos testiculares absolutos e relativos, comprimentos dos eixos testiculares maiores e menores, volumes testiculares totais e diametros dos tubulos seminiferos) dos grupos experimentais revelaram reducoes significantes, quando comparados aos dados dos grupos controles. Varios parametros estereologicos, inclusive os volumes e as densidades de volume tubular e do tecido intersticial testiculares, apresentaram, nos animais tratados com doxorrubicina, tendencias de reducoes progressivas comparativamente aos obtidos de animais controles. Entretanto, as densidades de comprimento dos tubulos seminiferos nao foram significativamente afetadas. A analise histologica mostrou tubulos com: diminuicao da frequencia dos tipos celulares da linhagem germinativa, descamacao do epitelio seminifero e restos celulares no lumen, vacuolizacao, Sertolizacao, alteracoes celulares sugestivas de processos degenerativos, ocorrencia de hipertrofia celular, bem como formacoes multinucleadas de espermatides precoces e condensacao anormal da cromatina nuclear. A aplicacao da doxorrubicina em ratos albinos pre-puberes provocou atrofia testicular e infertilidade na fase adulta, provavelmente em virtude da extensa mortalidade de espermatogonias..(au)
Assunto Testículo
Espermatogênese
Doxorrubicina
Testis
Spermatogenesis
Doxorubicin
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 119 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 119 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16427

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta