Tratamento cirúrgico da doença de Legg-Calve-Perthés pela osteotomia de Salter: estudo de 37 quadris após o fechamento das placas de crescimento

Tratamento cirúrgico da doença de Legg-Calve-Perthés pela osteotomia de Salter: estudo de 37 quadris após o fechamento das placas de crescimento

Título alternativo Treatment of Legg-Calve-Perthes'disease by Salter's osteotomy: analysis of the results in 37 hips at skeletal maturity
Autor Ishida, Akira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O autor analisa os resultados clinicos e radiograficos de 32 pacientes (37 quadris) portadores da DLCP e submetidos a osteotomia de Salter no periodo de 1979 a 1992. Vinte e quatro pacientes eram do sexo masculino e 8 do feminino, sendo 19 (51,35 por cento incluidos na faixa etaria inferior a 84 meses (sete anos). Cinco (l5,62 por cento) pacientes apresentaram acometimento bilateral. Segundo os criterios de WALDENSTROM (l922) modificados por JONSATER (l953), 15 quadris (45,54 por cento) estavam em fase de necrose, 19 (51,35 por cento) em fragmentacao e 3 (8,11 por cento) em reossificacao. Todos os quadris em fase de necrose foram classificados no grupo B de SALTER & THOMPSON (l984). Dos 34 quadris em fase de fragmentacao 27 (79,41 por cento) eram do grupo 3 e 7 (20,59 por cento) do grupo 4 de CATTERALL (l971)Dezesseis (40,06 por cento) quadris apresentaram sinais de cabeca em risco (CATTERALL, 1971, 1977). A classificacao artrografia de LAREDO (l992) foi aplicada para 34 quadris e 19 (55,88 por cento) estavam no grupo III, 11 (32,35 por cento) no IV e 4 (11,77 por cento) no V. Os resultados foram avaliados apos a reossificacao completa da epifise proximal do femur (primeira avaliacao). O angulo de WIBERG (l939) pre-operatorio foi de 17,89§ em media e passou a 30,54§ na primeira avaliacao pos-operatoria e 35,18§ na avaliacao final. Nao houve diferenca significante do sexo e faixa etaria sobre estes valores. Os resultados clinicos segundo os criterios de ROBINSON et al. (l988), na ultima avaliacao nao mostraram correlacao significante com o sexo, a faixa etaria, as fases evolutivas e as classificacoes de CATTERALL (l971) e MOSE (l980). O resultado radiografico segundo os criterios de MOSE (l980) na primeira avaliacao foram bons em 17 (45,95 por cento) quadris, regular em 1 (2,7 por cento) e mau em 19 (51,35 por cento), Na avaliacao final foram observados resultados bons em 16 (43,24 por cento) quadris e mau em 21 (56,76 por cento). Considerando-se os criterios de STULBERG et al. (l981), foram observados, na primeira avaliacao 9 (24,32 por cento) quadris na classe I, 9 (24,32 por cento) na classe II, 11 (29,73 por cento) na classe III e 8 (21,63 por cento) na classe IV. Na avaliacao final tivemos 11 (29,73 por cento) quadris na classe 1,5 (l3,51 por cento) na classe II, 13 (35,13 por cento) nal classe III e 8 (21,63 por cento) na classe IV. Nao houve influencia significante do sexo, da fase evolutiva e dos grupos de CATTERALL (l971)...(au)
Assunto Doença de Legg-Calve-Perthés
Osteotomia
Necrose da cabeça do fêmur
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 175 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 175 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de livre-docência
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16464

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta