Expressa do antigeno nuclear de proliferacao celular (PCNA) e das proteinas p53 e MDM2 em doenca de Hodgkin

Expressa do antigeno nuclear de proliferacao celular (PCNA) e das proteinas p53 e MDM2 em doenca de Hodgkin

Título alternativo Proliferating cell nuclear antigen and p53 protein e MDM2 in Hodgkin's disease
Autor Pinheiro, Gevina da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Durante o Periodo de 01/92 a 12/96, 126 Pacientes com diagnostico previo de DH frequentaram o ambulatorio de Doencas linfoproliferativas da Disciplina de Hematologia - EPM/UNIFESP. Destes, 51 dispunham de bloco parafinado em quantidade suficiente para recortes para revisao pelo H/E e reacoes imunohistoquimicas para O PCNA, p53 e MDM2. Cinquenta e um outros pacientes, dos demais 75, foram aleatoriamente escolhidos como grupo controle. Nao houve diferenca significante entre os grupos estudados e controle para as seguintes variaveis: idade (p = O,198), hemoglobina < l2g por cento (p = 0.991), contagem de leucocitos u 1O.OOO/mm3 (P = O,53), VHS (P = O,37), fosfatase alcalina ( P = O,339), sexo (P = O,537), sintomas A e B (P = O,149), medula ossea infiltrada (P = O,464), probabilidade de obtencao de primeira remissao clinica (p = O,686), sobrevida geral ( P= O,836) e Estadios (I + II), (III + IV) (p > O,999). COM relacao aos tipos histologicos (PL + EN) e (CM + DL) (p = O,034), houve maior frequencia de EN, no grupo Estudado em relacao ao controle. Utilizaram-se os anticorpos monoclonais PC1O(PCNA), DO7 e BP p53) e MDM2, analisados pela expressao de positividade nuclear em celulas de RS-H e linfocitos morfologicamente normais. A recuperacao antigenica se fez no tampao-citrato em forno de micro-ondas, para o PCNA, e em panela de pressao mantida em ebulicao para o p53 e MDM2. A revelacao das reacoes se deu por estreptoavidina-biotina peroxidase (ABC) e a interpretacao por auxilio de lente ocular integradora de 100 pontos (Zeiss) em aumento de 1000 vezes. Houve diferenca significante entre as proporcoes de celulas tumorais e linfocitos avaliados em relacao a porcentagem de positividade da mediana. MDM2 (r= O,23 p < O,OO1), p53 (r = O,48 p < O,001) e PCNA (r = O,14, P < O,001). A comparacao entre as porcentagens de positividade em CT mostrou valores proximos para o p53 e PCNA e significantemente mais elevados para o MDM2 (p = O,003). Em linfocitos , a expressao do PCNA e MDM2 se equivaleram, porem os valores do p53 foram estatisticamente inferiores ( p < O,001). A analise univariada entre as medianas da proporcao de expressao em CT dos mercadores e as variaveis pesquisadas evidenciou: tendencia de correlacao entre o MDM2 e PCNA ( p = O,071), MDM2 e p53 ( p = O,127); indice de fosfatase alcalina acima de l5OU e PCNA (p = O,205), indice de fosfatase alcalina acima de l5OU e MDM2 (p = O,091), histologia desfavoravel x p53 (p = O,150)....(au)
Assunto Antígeno Nuclear de Célula em Proliferação
Proteína Supressora de Tumor p53
Imuno-Histoquímica
Doença de Hodgkin
Células de Reed-Sternberg
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 148 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 148 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16482

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta