Analise quantitativa do colageno no parametrio e cupula vaginal de mulheres com e sem prolapso uterino

Analise quantitativa do colageno no parametrio e cupula vaginal de mulheres com e sem prolapso uterino

Título alternativo Quantitaive analysis of collagen in the parametrium and in the vaginal apex of women with and without uterine prolapse
Autor Takano, Claudia Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Avaliamos a quantidade de colageno no parametrio e na cupula vaginal de mulheres com e sem prolapso uterino. Selecionamos 56 mulheres, que foram divididas em dois grupos: Grupo A (N=23) sem prolapso uterino e grupo B (N=33) com prolapso uterino. As pacientes do grupo A apresentavam leiomioma uterino, e foram submetidas a histerectomia abdominal; as do grupo B foram submetidas a histerectomia vaginal. Durante o procedimento cirurgico retiramos fragmentos do parametrio e da cupula vaginal, e processamos o material para analise histologica utilizando a coloracao de picrosirius. Para a quantificacao das fibras de colageno utilizamos o sistema de analise digital de imagem por computador (IMAGELAB - SOFTIUM). Comparamos a quantidade de colageno no parametrio e na cupula nos dois grupos. Nas pacientes do grupo A (sem prolapso uterino), nao houve diferenca na quantidade de colageno nos dois locais, enquanto no grupo B (com prolapso uterino), a quantidade de colageno no parametrio foi significativamente menor. Observamos quantidade significativamente menor de colageno no parametrio e na cupula vaginal das pacientes com prolapso uterino em comparacao com as pacientes sem prolapso uterino. Ao analisarmos as pacientes dos dois grupos que se encontravam no menacme, encontramos menor quantidade de colageno no parametrio das pacientes com prolapso. Nao houve diferenca estatisticamente significante na cupula vaginal. Comparando-se as pacientes com prolapso uterino (grupo B) no menacme e na pos-menopausa, e as pacientes sem prolapso uterino (grupo A) no menacme, registramos menor quantidade de colageno no parametrio das pacientes do grupo B, quer no menacme, quer na pos-menopausa, nao havendo diferenca entre estes dois subgrupos. Ja na cupula vaginal nao houve diferenca entre os tres grupos. Concluimos que as pacientes com prolapso uterino apresentam menor quantidade de colageno no parametrio do que na cupula vaginal, e menor quantidade nos dois locais, quando comparamos com as pacientes sem prolapso. A diferenca no parametrio foi independente do estado menopausal
Assunto Prolapso Uterino
Colágeno
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 78 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16495

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta