Avaliação do efeito da colostomia proximal na cicatrização de anastomoses colo-cólicas em ratos com obstrução intestinal

Avaliação do efeito da colostomia proximal na cicatrização de anastomoses colo-cólicas em ratos com obstrução intestinal

Título alternativo Evaluation of the effects of proximal colostomy on the healing of colonic anastomosis in rats with intestinal oclusion
Autor Leme, Marcelo Betim Paes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O tratamento das oclusoes colicas esquerdas e controverso e caracteriza-se por uma alta incidencia de deiscencia anastomotica quando se opta ela anastomose primaria. A colostomia proximal, apesar de empregada ha longa data como fator protetor das anastomoses intestinais, ainda nao foi adequadamente investigada nas anastomoses colo-colicas realizadas em vigencia de obstrucao intestinal. Objetivo: Avaliar os efeitos da colostomia proximal na cicatrizacao de anastomoses colo-colicas, em ratos com oclusao intestinal induzida. Metodo: 72 ratos foram divididos em tres grupos: grupo controle (C), submetido a anastomose colo-colica e a colostomia proximal na ausencia de oclusao intestinal; grupo sem colostomia (SC), submetido a oclusao intestinal de 72 horas, resseccao da zona de obstrucao e a anastomose colo-colica; grupo com colostomia (CC) submetido a oclusao intestinal de 72 horas, resseccao da zona de obstrucao, anastomose colo-colica e a colostomia proximal. A cicatrizacao anastomotica foi avaliada em dois periodos distintos, nos 2º e 7º dias de pos-operatorio, em relacao a deiscencia anastomotica, aderencias, epitelizacao mucosa, pressao de ruptura e a variaveis histologicas por estudo convencional e informatizado. Resultados: verificou-se uma maior tendencia a deiscencia anastomotica no grupo sem colostomia (SC) 12,5 por cento, e uma elevada incidencia de complicacoes da colostomia, 13 por cento, entretanto tais resultados nao apresentaram diferenca estatistica significante. No que se refere as demais variaveis analisadas para verificacao da cicatrizacao anastomotica deve-se considerar que houve equivalencia entre os tres grupos nos dois periodos analisados. Conclusao: Nao ha diferenca entre a cicatrizacao de anastomoses colo-colicas associadas ou nao a uma colostomia proximal, em ratos com oclusao intestinal induzida
Assunto Colostomia
Obstrução intestinal
Anastomose cirúrgica
Colo
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 82 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16533

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta