Transtorno obsessivo-compulsivo e comorbidade: um estudo caso-controle

Transtorno obsessivo-compulsivo e comorbidade: um estudo caso-controle

Título alternativo Obsessive-compulsive disorder and comorbidity: a case control study
Autor Miranda, Mary Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A escolha do transtorno obsessivo-compulsivo como ponto de partida para o estudo da comorbidade psiquiatrica foi bastante propicia, pois o TOC foi e continua sendo objeto de interesse de estudiosos das mais diversas areas do conhecimento, pelo fascinio despertado por sua psicopatologia e sua intima conexao com a dimensao afetiva. Objetivos: Identificar as entidades comorbidas presentes em casos e controles, determinando sua frequencia na atualidade e ao longo da vida; examinar a magnitude da associacao entre TOC e os transtornos comorbidos atuais e longitudinais; verificar a comorbidade no TOC examinando associacoes com transtornos dos espectros do humor, ansiedade, abuso e dependencia de substancias e TOC ao longo da vida; estudar a historia natural da comorbidade em pacientes com TOC, descrevendo a sequencia de instalacao e evolucao das entidades nosologicas ao longo da vida; rastrear os transtornos envolvidos na dimensao afetiva, investigando a associacao de transtornos fobicos e TOC com transtornos do espectro humor; verificar a interferencia da gravidade do TOC, anos de duracao do TOC e numero de diagnosticos psiquiatricos (comorbidade ao longo da vida e no momento atual) no funcionamento socio-ocupacional. Metodo: Desenho: Estudo caso-controle. Local: Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina: Departamento de Psiquiatria (Programa de Atendimento aos Pacientes Portadores de Disturbio Obsessivo Compulsivo - PRODOC) e Departamento de Oftalmologia (Ambulatorio de Refracao). Participantes: Casos: todos os pacientes com diagnostico primario de TOC segundo criterios do DSM-IV (N = 42) atendidos no PRODOC de maio a outubro de 1996. Controles: pacientes com comprometimento da acuidade visual (N = 42) selecionados aleatoriamente entre a clientela atendida no Ambulatorio de Refracao de agosto a dezembro de 1996. Casos e controles foram pareados segundo sexo, idade e escolaridade. Foram excluidos da amostra individuos com comprometimentos auditivos ou verbais suficientemente graves que impossibilitassem a entrevista. TOC e retardo mental constituiram criterios de exclusao apenas no grupo controle. A coleta de dados baseou-se em avaliacao psiquiatrica de casos e controles (entrevistas individuais com os pacientes e entrevistas conjuntas com a familia quando necessario), consultas a prontuarios do PRODOC e entrevistas com psiquiatras responsaveis pelo atendimento dos casos. Instrumentos: Entrevista ...(au)
Assunto Transtorno Obsessivo-Compulsivo
Diagnóstico Duplo (Psiquiatria)
Transtornos de Ansiedade
Ajustamento Social
Transtornos do Humor
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 200 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 200 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16544

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta