Epidemiologia dos acidentes na infancia e custo financeiro do primeiro atendimento medico no municipio de Carapicuiba - São Paulo

Epidemiologia dos acidentes na infancia e custo financeiro do primeiro atendimento medico no municipio de Carapicuiba - São Paulo

Título alternativo Epidemiology of the childhood injurirs and the cost of emergency attendance at Carapicuiba district (SP)
Autor Jukemura, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo descritivo baseou-se em revisao das fichas de atendimento de criancas vitimas de acidentes, na faixa etaria de zero a 10 anos, durante 6 meses, num pronto socorro da cidade de Carapicuiba (SP). Apos revisao da literatura, foram descritos os principais achados epidemiologicos, seguidos de analise estatistica sobre a possivel influencia de alguns fatores na frequencia dos acidentes. Ao termino da coleta de dados foram verificados 889 casos de acidentes, dos quais foram emitidas as seguintes conclusoes, pertinentes a populacao estudada. Quanto ao sexo, grupo etario e local de ocorrencia dos acidentes: houve predominio do sexo masculino (64,7 por cento), o qual tambem esteve relacionado a grupos etarios mais velhos (7 a 10 anos) e a acidentes fora do domicilio. Os acidentes domiciliares foram os mais frequentes (63,0 por cento), associados ao sexo feminino e ao grupo etario de zero a l ano. Quanto ao mes, dia da semana e horario do acidente: janeiro foi o mes em que ocorreu maior numero de acidentes (34,2 por cento). A ocorrencia dos acidentes foi mais comum entre l2h e 23h59min, sem diferenca para sexo. Em relacao ao dia da semana, houve maior frequencia na quinta-feira e no domingo para o sexo masculino. A sexta-feira apresentou menor frequencia para o sexo feminino. Quanto a natureza do acidente e tipo da lesao: os acidentes mais frequentes foram quedas(38,7 por cento), acidentes com objetos corto contusos (l5.7 por cento), queda de propria altura (l5,3 por cento) e acidentes de transito (8,1 por cento). O sexo masculino e idades maiores relacionaram-se com acidentes de transito; enquanto sexo feminino e idades menores, com ingestoes acidentais. As lesoes mais comuns foram corte (36,4 por cento), traumas cranianos (33,1 por cento) e escoriacoes (l 6,6 por cento). Os traumas cranianos estiveram relacionados com idades menores sem relacao com sexo. Quanto ao custo financeiro: os custos envolvidos foram considerados elevados por se tratar de um evento de possivel prevencao, os gastos publicos (municipal e federal) envolvidos no periodo de estudo totalizou R$ 24.784,77
Assunto Acidentes
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Custos e Análise de Custo
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 64 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 64 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16672

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta