Atresia pulmonar com septo interventricular intacto: experiência inicial com perfusão valvar por radiofrequência em neonatos e lactentes

Atresia pulmonar com septo interventricular intacto: experiência inicial com perfusão valvar por radiofrequência em neonatos e lactentes

Título alternativo Pulmonary atresia with intact ventricular septum: experience with radiofrequency valve perfuration in neonates and infants
Autor Silva, Celia Maria Camelo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Carvalho, Antonio Carlos de Camargo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A atresia pulmonar com septo interventricular intacto e uma cardiopatia cianotica rara, onde existe obstrucao completa ao fluxo sanguineo do ventriculo direito para a arteria pulmonar no nivel da valva pulmonar. O desapontamento e a frustracao no tratamento dos neonatos com esta doenca deve-se principalmente as suas grandes variacoes morfologicas. Depois que a valvotomia pulmonar pelo cateterismo intervencionista passou a ser eficaz, mesmo nos casos de estenose pulmonar critica do recem-nascido, a sua indicacao foi estendida para as formas mais favoraveis da atresia pulmonar com septo ventricular intacto. Inicialmente, para a perfuracao valvar foi utilizado o guia de laser; em seguida a extremidade rigida do fio guia de angioplastia, e mais tarde por ser mais segura e menos onerosa a tecnica de perfuracao por radiofrequencia tornou-se factivel e passou a ser empregada em varios centros especializadas. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar os resultados de nossa experiencia inicial com a perfuracao da valva pulmonar atresica com radiofrequencia, seguida de dilatacao pulmonar por cateter balao, em uma serie de neonatos e lactentes com atresia pulmonar e septo ventricular intacto. Metodos: Entre maio de 1996 e julho de 1998, 11 pacientes portadores de atresia pulmonar com septo ventricular intacto foram vistos consecutivamente no Hospital São Paulo/ UNIFESP-EPM. Apos avaliacoes clinica, eletrocardiografica, radiologica e ecocardiografica, do total de 11 pacientes, oito (73 por cento) foram selecionados e tres foram excluidos. Dois por apresentarem ventriculo direito bipartite e extremamente hipoplasico, alem de apresentarem sinusoides importantes, e o terceiro, apesar de ter o ventriculo direito tripartite, apresentava um grande trombo calcificado na ponta do ventliculo direito. Dos oito pacientes, dois (25 por cento) foram a obito antes de se realizar o procedimento. Participaram deste estudo sete pacientes; o procedimento do paciente de n§ 7 foi por nos realizado no Royal Brompton Hospital de Londres. Todos apresentavam ventriculo direito tripartite, infundibulo pervio, ausencia de sinusoides importantes e de circulacao coronariana ventriculo direito dependente. Os achados ecocardiograficos foram confirmados pela cineangiogradia antes de se iniciar o procedimento. Todos os pacientes, exceto o n§ 7, eram do sexo feminino. A idade dos pacientes variou de tres dias a quatro anos e dois mes...(au)
Assunto Humanos
Recém-nascido
Lactente
Atresia pulmonar/terapia
Cateterismo
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 113 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 113 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16682

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta