Hiperparatireoidismo primário: aspectos clínicos, laboratoriais, cirúrgicos e histopatológicos em 48 pacientes.

Hiperparatireoidismo primário: aspectos clínicos, laboratoriais, cirúrgicos e histopatológicos em 48 pacientes.

Título alternativo Primary hypeparathyroidism: clinical, laboratorial, surgical and histopatological aspects in 48 patients
Autor Santos, Rodrigo Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Abrahão, Marcio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foram estudados, retrospectivamente, 48 pacientes com diagnostico de hiperparatireoidismo primario, submetidos a exploracao cervical no Setor de Cirurgia de Cabeca e Pescoco da UNIFESP-EPM, analisando aspectos clinicos, laboratoriais, cirurgicos e histopatologicos, com o objetivo de se caracterizar dados que possam auxiliar o cirurgiao na diferenciacao etiologica entre adenoma, hiperplasia e carcinoma. Os pacientes tiveram idade media de 54,5 anos, sendo 37 (77 por cento) femininos e 11 (23 por cento) masculinos. Apenas 6 (l2,5 por cento) pacientes nao eram caucasianos. Como a distribuicao dos sexos quanto a variavel idade nao mostrou diferenca estatisticamente significante, utilizamos os pacientes como um unico grupo. Quanto aos aspectos clinicos, foi analisada a incidencia de alteracoes renais, osseas, gastrointestinais, neurologicas, psiquiatricas, de hipertensao arterial sistemica, gota/pseudogota/hiperuricemia, ceratopatia (calcificacao corneo-esclera), perda de peso, tumor cervical palpavel e de pacientes assintomaticos. Foram analisadas, entre os aspectos laboratoriais, as dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P, tomando como valor a ultima dosagem realizada antes da cirurgia. O aspecto cirurgico, o numero de glandulas localizadas, numero de glandulas aumentadas, a localizacao das glandulas aumentadas e o exame histopatologico imediato por congelacao fizeram parte da avaliacao cirurgica. A avaliacao histopatologica se baseou no diagnostico final dado pelo patologista e, alem disso, foram realizadas correlacoes entre os achados clinicos, laboratoriais, cirurgicos e histopatologicos. Nenhuma manifestacao clinica foi capaz de diferenciar os pacientes com adenoma daqueles com hiperplasia. A presenca de deformidade esqueletica, obstipacao, perda de peso e tumor cervical palpavel foi significantemente maior nos pacientes com carcinoma que naqueles com lesoes benignas. As dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P nao foram capazes de diferenciar os pacientes com adenoma daqueles com hiperplasia. As dosagens de Ca e Ca++ foram significantemente maior nos pacientes com carcinoma que naqueles com adenoma. Nao houve diferenca significante nas dosagens de PTH, FA e P entre os pacientes com carcinoma e adenoma. Nao houve diferenca significante nas dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P entre os pacientes com carcinoma e hiperplasia. O aspecto cirurgico permitiu o diagnostico correto em 89,2 por cento dos...(au)
Assunto Hiperparatireoidismo
Paratireoidectomia
Glândulas paratireoides
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 138 p. tab. graf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 138 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16717

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta