Avaliacao dos niveis plasmaticos de fator de necrose tumoral-alfa, interleucina-6, interleucina-10 e microalbulminuria em individuos portadores de doenca de crohn e retocolite ulcerativa inespecifica

Avaliacao dos niveis plasmaticos de fator de necrose tumoral-alfa, interleucina-6, interleucina-10 e microalbulminuria em individuos portadores de doenca de crohn e retocolite ulcerativa inespecifica

Título alternativo Evaluation of plasmatic levels of tumor necrosis factor-alpha, interleukin-6, interleukin-10 and microalbuminuria in patients with Crohn s disease and ulcerative colitis
Autor Martins Junior, Elson Vidal Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As Doencas Inflamatorias Intestinais (DII) representadas principalmente pela doenca de Crohn (DC) e Retocolite Ulcerativa Inespeciflca (RCUI) nao possuem etiologia definida, condicionando-se sua ocorrencia e evolucao a participacao e interacao de fatores geneticos, ambientais, microbiologicos e imunologicos. Em estudo tipo coorte, observamos 20 pacientes com DC subdivididos em 10 pacientes em remissao clinica e 10 pacientes com doenca em atividade e 20 pacientes com RCUI subdivididos da mesma maneira. Nestes pacientes, avaliamos os niveis plasmaticos de fator de necrose tumoral- alfa (TNF-a), interleucina-6 (IL-6), interleucina-10(IL-10) correlacionando-os com atividade e remissao clinica. Tambem, verificamos a presenca de microalbuminuria nestes pacientes e sua possivel correlacao com atividade clinica. Houve baixa deteccao de niveis circulantes de TNF-a e IL-6 nos pacientes com RCUI e DC nao obtendo-se correlacao entre os niveis plasmaticos destas citocinas e atividade clinica. Niveis circulantes de IL-1O foram observados em 1O por cento dos pacientes com DC em remissao e em 40 por cento dos pacientes com DC ativa (p=O,O8), em 40 por cento dos pacientes com RCUI em remissao e 80 por cento dos pacientes com doenca ativa (p=O,l7), nao havendo diferenca entre os niveis plasmaticos desta citocina em pacientes com doenca ativa ou em remissao. Marcadores de atividade inflamatoria como proteina C reativa e velocidade de hemossedimentacao auxiliaram na discriminacao de atividade clinica nestes pacientes e a nucroalbununuria mostrou-se util como marcador de atividade inflamatoria nos pacientes com RCUI (p=O,O2), porem, nao houve diferenca nos niveis de microalbuminuria em pacientes com DC em fase ativa e inativa (p=O,11). Em nossos pacientes, avaliacao plasmatica de TNF-a, IL-6 e IL-10, nao ajudou na discriminacao de atividade inflamatoria nos pacientes com DC e RCUI, porem tivemos oportunidade de validar a utilidade da proteina C reativa, velocidade de hemossedimentacao e a1 glicoproteina acida como mercadores de atividade clinica
Assunto Doença de Crohn
Colite Ulcerativa
Citocinas
Fator de Necrose Tumoral alfa
Albuminúria
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 93 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 93 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16747

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta