Inducao de interleucina 12 (IL-12) em celulas mononucleares do sangue periferico (CMSP) de pacientes com a forma cronica de paeacoccidioidomicose, durante atividade e apos remissao clinica da doenca

Inducao de interleucina 12 (IL-12) em celulas mononucleares do sangue periferico (CMSP) de pacientes com a forma cronica de paeacoccidioidomicose, durante atividade e apos remissao clinica da doenca

Título alternativo Induction of interleukin 12 in peripheral blood mononuclear cells of patients with cronic paracoccidioidomycosis during activity and remission of the disease
Autor Baqueiro-Freitas, Luiz Fernando Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo avaliou a producao de uma citocina macrofagica (IL 12), implicada na resposta TH1 em varios modelos de doenca, mas cujo papel na paracoccidiodomicose ainda nao esta definida. Para tanto utilizamos tres grupos de individuos denominados como ativos(em atividade da doenca), tratados (sem terapeutica de manutencao ha pelo menos 2 anos e sem evidencia clinica, micologica e imunologica de doenca) e controles sadios(sem evidencia clinica d doenca e com intradermoreacao ao antigeno de Fava Netto negativo). No primeiro grupo foram incluidos sete individuos, todos do sexo masculino e com sitios de acometimento pela doenca variados. No segundo grupo foram incluidos seis individuos, todos tambem do sexo masculino e com sorologia pelo metodo de imunodifusao negativos, no momento de sua admissao no trabalho. O terceiro grupo foi composto de seis individuos dos quais cinco eram do sexo masculino e um do sexo feminino. Procedeu-se com a separacao de celulas mononucleares do sangue periferico(CMSP) incubando-as com RPMI suplementado com soro autologo. As celulas foram em seguidas estimuladas com antigenos inespecificos INF g-recombinant interferon Pharmingem e LPS-Sae; isoladamente e combinados) permanecendo por 20hs e 48hs em estufa de CO2. A interleucina 12 foi quantificada a partir do sobvrenadante de CMSP, utilizando-se para tanto a metodologia ELISA-Pharmingem (EUA). Foi realizada analise nao parametrica (Kruskal-Walis) na comparacao dos niveis detectaveis de IL-12 nos tres grupos quando do estimulo combinado dos antigenos inespecificos e quando do estimulo unico com LPS, aceitando-se diferencas significantes com risco a< 5 por cento. Nao houve, contudo, diferenca estatisticamente significante quanto aproducao e IL-12 nos grupos analisados. Esses achados sugerem que os macrofagos, nesse modelo de doenca, respondem adequadamente a estimulacao ideal com IFN-g seguida de LPS, o que implica num funcionamento adequado dessas celulas. A participacao do INF-g no micro ambiente local pode constituir a resposta para a producao diferenciada o IL-12 no modelo de doenca que estudamos, quando do estimulo isolado com LPS
Assunto Paracoccidioidomicose
Interleucina-12
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 76 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16761

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta