Articulacao crico-aritenoidea humana: altetracoes histologicas de acordo com a faixa eteria

Articulacao crico-aritenoidea humana: altetracoes histologicas de acordo com a faixa eteria

Título alternativo Histologic changes in the cricoarytenoid joint in human aging
Autor Dedivitis, Rogerio Aparecido Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Alteracoes vocais relacionadas ao processo de envelhecimento natural sao reconhecidas ha muitos anos. Alteracoes nas articulacoes crico-aritenoideas (ACA) tem sido supostas como uma possivel razao. Foi estudada uma articulacao crico-aritenoidea de vinte e quatro cadaveres frescos, de raca branca e sexo masculino, com obito de causa nao laringea e divididos em tres grupos com oito especimes cada: grupo I - adolescente, com idade entre 15 e 20 anos; grupo II - adulto, entre 25 e 35 anos; e grupo III - idosos, entre 60 e 75 anos. A preparacao dos fragmentos incluiu a descalcificacao e as coloracoes foram: hematoxilina-eosina; tricromio de Masson; Picrosirius; e Weigert. Foi realizada histometria para analise quantitativa. A analise dos resultados foi realizada pelos testes de Bonferroni, Exato de Fisher e Analise de Variancia. Dos grupos I e III foram colhidos especimes para estudo de microscopia eletronica - quatro superficies articulares cricoideas e quatro aritenoideas, em cada grupo. Na macroscopia, as cartilagens dos grupos I e II apresentavam aspecto branco nacarado, homogeneo, consistencia fibro-elastica, rodeada por tecido muscular tipico e, no grupo III, coloracao amarelada, aspecto heterogeneo, consistencia endurecida e tecido muscular endurecido. A microscopia, nos grupos I e II, a cartilagem era hialina tipica, pericondrio delgado, fibras musculares volumosas e rodeadas por algumas fibras colagenas. No grupo II, em quatro especimes, havia ossificacao em pequena area bem localizada no centro das cartilagens, com tecido osseo do tipo lamelar e, em dois casos, uma cavidade ossea central preenchida por tecido adiposo. NO grupo III, a maior parte das cartilagens hialinas estava substituida por tecido osseo lamelar t@ - 'Pico, em algumas com esbocos de sistemas de Havers, com cavidade ossea e, em seis casos, tecido hematopoietico tipico e, nos outros dois, tecido adiposo. O pericondrio apresentou-se espessado e rico em fibras colagenas. Prevaleceram fibras musculares menores, rodeadas por grande concentracao de colageno. As fibras elasticas estavam em pequena quantidade na porcao mais externa do pericondrio nos tres grupos. A microscopia eletronica, quanto a matriz extracelular, nao houve diferencas significativas em relacao aos dois tipos de cartilagem - cricoidea e aritenoidea. No grupo I, a matriz era rica em material fibrilar representado por pequenas fibras colagenas e material amorfo e, no grupo III, o material fibrilar esta ...(au)
Assunto Laringe
Cartilagem Aritenoide
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 88 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16766

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta