Geracao e caracterizacao do camundongo nocaute para o receptor B1 de cininas

Geracao e caracterizacao do camundongo nocaute para o receptor B1 de cininas

Título alternativo Generation and characterization of kinin B1 receptor knockout mice
Autor Araujo, Ronaldo de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o objetivo de investigar a funcao biologica do receptor B1 das cininas geramos camundongos geneticamente modificados deficientes para este receptor, pelo metodo de recombinacao homologa. A delecao do gene foi verificada no DNA genomico dos animais nocautes e tambem pela ausencia de expressao do RNAm do receptor no ileo, estomago e rim mesmo apos tratamento com LPS, que induz a expressao do gene. Alem disso, tambem foi verificada a perda de funcionalidade do agonista do receptor B1, Des-Arg9-BK na preparacoes de ileo, utero e estomago isolados. Os animais nocautes para o receptor B1 sao ferteis, viaveis e normotensos, sendo entretanto a presenca do receptor B1 essencial para o efeito hipotensor promovido pelo LPS no choque septico. Quando comparados aos animais selvagens, os camundongos nocautes sao maiores e mais pesados ao nascimento, e esse aumento de massa mantem-se pelo menos ate o terceiro mes de vida. Foi ainda verificado aumento de inGestão alimentar absoluta e uma diminuicao de inGestão relativa, indicando um maior aproveitamento dos nutrientes, ou menor gasto calorico pelos animais nocautes. Os camundongos nocautes apresentaram maior atividade das enzimas liberadoras de oxido nitrico, podendo ser um dos fatores responsaveis pelas diferencas na inGestão alimentar. A inducao de um processo inflamatorio cronico pela administracao de baixas doses de LPS, seguida de uma dose letal produziu o efeito de tolerancia tanto nos animais selvagens como nos nocautes, com diminuicao de celularidade da medula ossea. Entretanto, diferentemente dos animais selvagens que responderam ao tratamento com aumento no sangue de neutrofilos maduros e jovens, os nocautes nao exibiram aumento de neutrofilos circulantes, Ambos os grupos apresentaram anemia apos as administracoes de LPS sendo essa mais acentuada nos nocautes. O baco e o principal orgao de destruicao das hemacias e de grande importancia para a diminuicao dos neutrofilos circulantes. Os animais nocautes apresentam aumento da massa do baco em condicoes de normalidade e essa diferenca se acentua na tolerancia, podendo estar este fenomeno envolvido nos disturbios hematologicos observados nos animais nocautes apos o tratamento com LPS. A importancia do receptor B1 na migracao de neutrofilos foi avaliada pela inducao de uma inflamacao peritonial por caseinato, sendo observada uma menor quantidade de neutrofilos na cavidade abdominal dos animais nocautes apos este tratamento. Alem ...(au)
Assunto Biologia Molecular
Inflamação
Neutrófilos
Baço
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 111 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16795

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta