Ressonância magnética dos músculos da mastigação e da articulação temporomandibular na distrofia miotônica de Steinert

Ressonância magnética dos músculos da mastigação e da articulação temporomandibular na distrofia miotônica de Steinert

Título alternativo Magnetic resonance imaging od masticatory muscles and temporomandibular joint in myotonic dystrophy patients (Steinert's disease)
Autor Zanoteli, Edmar Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Oliveira, Acary Souza Bulle Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A distrofia miotonica de Steinert (DM) e uma doenca multissistemica com o gene responsavel localizado no cromossomo 19. O envolvimento muscular e caracterizado por miotonia e fraqueza que em geral iniciam na segunda ou terceira decadas de vida. Os musculos das porcoes distais dos membros e os musculos faciais, mastigatorios e cervicais sao preferencialmente afetados. Estudos clinicos e ultrasonografico tem demonstrado que os musculos masseteres e temporais sao frequentemente envolvidos. Tal observacao tem sido associada a descricao de anormalidades oclusais dentarias e craniofaciais nestes pacientes. O objetivo deste estudo foi o de avaliar o envolvimento dos musculos mastigatorios em pacientes com DM atraves de ressonancia magnetica (RM); e os possiveis efeitos de tal envolvimento sobre a articulacao temporomandibular (ATM). O exame de RM (l.5 T, Signa) da ATM foi realizado em 15 pacientes com DM, 11 homens e 4 mulheres, 16 a 53 anos (media = 30,9 anos), com bobina de superficie. Foram obtidas imagens sagitais e coronais sobre a ATM, com a boca fechada e em abertura maxima, em T1 e T2. Os pacientes nao apresentavam sintomatologia clinica de disfuncao temporomandibular. Tres deles tinham queixa de deslocacao recorrente da mandibula. A maioria deles apresentavam maloclusao dentaria, especialmente classe 111 de Angle e mordida aberta anterior. A analise dos musculos mastigatorios (temporal, masseter, pterigoideos medial e lateral) foi baseada na presenca anormal de hipersinal intramuscular (degeneracao gordurosa) e de reducao volumetrica. Com relacao as imagens da ATM, foram avaliados o posicionamento e a forma do disco articular, a presenca de liquido intra-articular, a excursao da cabeca da mandibula e as anormalidades osseas (presenca de edema e/ou esclerose da matriz ossea, irregularidades do contorno e da forma dos componentes osseos). Os musculos mastigatorios foram considerados comprometidos em 13 pacientes. Sendo que, em onze destes, o comprometimento foi considerado moderado ou intenso. As anormalidades observadas pela RM foram aumento da intensidade de sinal no tecido muscular em Tl (degeneracao gordurosa) e atrofia muscular. Com relacao a analise da ATM, deslocamento do disco articular parcial foi observado em apenas em um paciente, unilateralmente, e com reducao. Entretanto a forma do disco apresentava-se alterada na maioria dos casos. Anormalidades osseas...(au)
Assunto Doenças musculares
Articulação temporomandibular
Músculos mastigatórios
Espectroscopia de ressonância magnética
Muscular diseases
Temporomandibular joint
Masticatory muscles
Magnetic resonance spectroscopy
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 81 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16829

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta