Benzodiazepinicos e cognicao: efeitos tipicos e atipicos em voluntarios normais

Benzodiazepinicos e cognicao: efeitos tipicos e atipicos em voluntarios normais

Título alternativo Benzodiazepines and cognition: typical and atypical effects in normal volunteers
Autor Pompeia, Sabine Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente trabalho teve tres objetivos- 1) caracterizar os efeitos cognitivos de um benzodiazepinico (BZs) com um perfil de efeitos tipico para essa classe de drogas (flunitrazepam - F); 2) comparar a sensibilidade de testes a esses efeitos tipicos; e 3) comparar os efeitos cognitivos de dois BZs com a mesma afinidade de ligacao com os sitios de reconhecimento a BZs no receptor GABAA (potencia); um deles caracterizado como tendo efeitos tipicos e outro, atipicos (prejuizo de pre-ativacao pelo BZ lorazepam,-L). O presente estudo foi de doses orais unicas, duplo-cego, em grupos independentes de tratamentos e envolveu a avaliacao de 60 voluntarios normais (30 homens), com idades entre 18 e 35 anos, aleatoriamente alocados a um de 5 tratamentos: L, 2,0 mg; F, nas doses de O,6 mg, O,8 mg e 1,0 mg; e placebo. Os tratamentos utilizados para atingir os objetivos l e 2 foram placebo e as tres doses de F. Para o objetivo 3, comparou-se placebo, L, e a dose de F (entre as 3 utilizadas) que mostrou efeitos cognitivos equiparaveis aos do L. No que se refere ao objetivo 1, o perfil de acao tipico do flunitrazepam foi confirmado. Observaram-se: a) amnesia anterograda e prejuizos de funcoes psicomotoras e de atencao; b) alteracoes de desempenho em medidas de pre-ativacao que foram atribuidas a contaminacao de memoria episodica; d) dentre as tarefas de memoria operacional, houve somente diminuicao na precisao das respostas num teste de avaliacao da central executiva; e) ausencia de prejuizo no aprendizado de uma tarefa motora; f) ausencia de alteracoes na, memoria para palavras aprendidas pos-tratamento quando nomes de categorias foram dados como pistas; f) alteracoes de humor condizentes com os efeitos classicos de BZs, como sedacao; g) aumento de latencia e diminuicao da amplitude de diversos Potenciais Evocados Auditivos Ligados a Eventos (ERPs), tal como o P3. Em relacao ao objetivo 2, nao foi possivel estabelecer quais as caracteristicas que determinam a sensibilidade dos testes aos efeitos de BZs. A sensibilidade nao foi relacionada ao tipo de medida (objetivas ou nao objetivas), tampouco ao tipo de funcao avaliada (como memoria, desempenho psicomotor, humor). Determinou-se que as tarefas mais sensiveis para diferenciar efeitos do F (independentemente da dose) dos de placebo foram o DSST, as latencias dos P3, e o teste de complementacao de triades (stems) com instrucao de exclusao apos codificacao...(au)
Assunto Memória
Ansiolíticos
Flunitrazepam
Lorazepam
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 350 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 350 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16866

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta