As defesas psiquícas dos estudantes de medicina

As defesas psiquícas dos estudantes de medicina

Título alternativo Defense mechanism of medical students
Autor Andrade, Monica Pimenta Marques Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Shirakawa, Itiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Caracteristicas de personalidade associadas a escolha da Medicina como profissao tem sido objeto de investigacoes ha varias decadas. Historicamente as primeiras pesquisas utilizaram-se de referencial psicanalitico, porem mais recentemente a construcao de instrumentos de avaliacao psiquiatrico-psicologica tem permitido a pesquisa empirica de atitudes e tracos de personalidade, ou mesmo de conceitos psicanaliticos propriamente ditos como, por exemplo, os mecanismos de defesa do ego, o que e o caso do DSQ, desenvolvido por Michael Bond no Canada em 1984. O DSQ e um questionario autoaplicavel com 88 itens que indicam a autopercepcao que se pode ter da utilizacao preferencial de determinados mecanismos de defesa. O agrupamento de defesas especificas tende a constituir estilos defensivos que podem refletir tracos diferenciais da personalidade, por sua vez correlacionaveis a escolha profissional. OBJETIVOS Identificar as principais defesas psiquicas (mecanismos de defesa do ego) utilizados por uma amostra de estudantes no momento de sua admissao ao curso de Medicina (area de Ciência Biol6gicas) atraves do DSQ correlacionando-as com aquelas apresentadas por outros estudantes no momento da admissao em outros cursos universitarios: uma amostra de estudantes de Direito (area de Ciências Humanas) e outra de estudantes de Engenharia (area de Ciências Exatas). u Diferenciar estilos de personalidade correspondentes a motivacoes psicologicas possivelmente associadas a uma escolha profissional especifica. u Investigar eventuais diferencas entre estilos defensivos presentes em estudantes ingressantes do curso medico e medicos residentes. MATERIAIS E METODOS A versao portuguesa do DEFENSE STYLE QUESTIONNAIRE foi aplicada a 241 estudantes ingressantes da Universidade Federal de Uberlandia, sendo 93 do curso de Medicina, 78 do curso de Direito e 70 do curso de Engenharia. O questionario aplicado consiste de 88 itens e depois de excluidos os 10 itens de tipo lie ou aceitabilidade social, os 78 restantes agrupam-se para medir 25 defesas definidas pelo idealizador do instrumento. Apurados os escores e verificada a normalidade das distribuicoes, foi efetuada uma analise de variancia (ANOVA) comparando-se as medias dos escores obtidos em cada defesa pelos sujeitos distribuidos quanto aos cursos escolhidos, sexo e faixa etaria. Encontramos diferencas estatisticamente significantes relativas ao uso de defesas...(au)
Assunto Mecanismos de defesa
Ego
Psicanálise
Questionários
Estudantes de medicina
Personalidade
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 97 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16901

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta