Uso de drogas por adolescentes

Uso de drogas por adolescentes

Título alternativo Drug use by Brazilian teenagers: adaptation and validation of a screening test (DUSI) and a study of the reasons attributed to the initial use of drugs
Autor De Micheli, Denise Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Dado o crescente envolvimento de adolescentes com alcool e/ou drogas e importante avaliar os varios aspectos associados ao uso destas substancias. A raridade deste tipo de estudos em nosso meio e devida, em parte, a carencia de instrumentos de triagem e/ou diagnostico adequados para estudar esta parcela da populacao e que permitam uma boa avaliacao e deteccao tanto do padrao de consumo como de problemas relacionados ao uso. Neste sentido, foi realizada a traducao, adaptacao e validacao de um instrumento de triagem do uso de alcool e/ou drogas, denominado DUSI (Drug Use Screening Inventory Tarter, 1990), utilizando-se uma amostra de 213 adolescentes (71 nao dependentes de alcool ou outras drogas e 142 usuarios de drogas, sendo que 71 receberam diagnostico de abuso ou dependencia leve e 71 de dependencia grave, de acordo com os criterios do DSM-III-R). Observou-se bom poder discriminativo do DUSI na diferenciacao dos tres grupos nao so na area de uso de substancia mas tambem em areas relacionadas. Foi identificada alta correlacao entre o Diagnostico de dependencia do DSM-III-R e a area de Uso de substancia do DUSI, demonstrando portanto, sua validade concorrente. Utilizando-se como ponto de corte duas respostas afirmativas, o DUSI apresentou sensibilidade de 80 por cento, especificidade de 90 por cento, valor preditivo positivo de 94 por cento e valor preditivo negativo de 69,5 por cento. A confiabilidade do instrumento, avaliada atraves do coeficiente de consistencia interna a de Cronbach foi em media de O,87 no grupo de nao dependentes e de O,92 no grupo de dependentes. A testagem atraves da tecnica das metades (coeficientes de Spearman-Brown de O.87 para o grupo de dependentes e de O,76 para o grupo de nao dependentes) tambem indicou boa contabilidade. Na mesma amostra foram estudadas as razoes atribuidas ao uso inicial e as razoes para nao usar drogas. Observou-se relacao entre as razoes de uso inicial e os atuais niveis de dependencia de drogas. Dependentes de drogas relataram mais frequentemente razoes como influencia de amigos, curiosidade e busca de prazer do que nao dependentes. Destacaram-se entre as razoes para nao uso de drogas a religiosidade e medo de morrer de overdose. Foram considerados fatores de risco para o uso de drogas a defasagem escolar, pertencer a baixas classes sociais e morar somente com a mae
Assunto Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Programas de Rastreamento
Psicometria
Inventário de Personalidade
Motivação
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 192 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 192 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16930

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta